ColunistaDestaquesPostW Series

W Series: Chadwick crava pole para o GP da Áustria e Tomaselli larga da terceira posição

A classificação foi bem movimentada, Chadwick obteve a pole, enquanto Tomaselli ficou com a terceira posição em um ótimo início na W Series

A classificação para o GP da Áustria foi disputada nesta sexta-feira (02), uma sessão de 30 minutos, onde todas as pilotas estavam liberadas para fazer as suas voltas rápidas. Jamie Chadwick, campeã da primeira edição da W Series, conquistou a pole da segunda prova que será disputa na Áustria. A pilota da Veloce anotou 1m28s473.

Beitske Visser teve uma boa atuação na classificação e passou uma parte da atividade alternando a liderança da atividade com Bruna Tomaselli. Emma Kimilainen se classificou na terceira posição, mas por conta da punição, ela vai largar do sexto lugar. Desta forma, Bruna Tomaselli que obteve o quarto lugar nesta atividade, foi promovida para o terceiro lugar.

Saiba como foi a classificação da W Series, para a segunda prova da temporada

Pouco tempo depois da classificação começar, a sessão foi interrompida pela bandeira vermelha pois Sabré Cook foi parar na brita e ficou atolada. Depois da remoção do seu carro, as pilotas retornaram para o circuito para registrar as suas primeiras voltas rápidas.

Os 30 minutos com todas as pilotas virando as suas voltas rápidas, fornecia várias trocas de posição. Jamie Chadwick que liderou o treino livre, anotou 1m30s522, acompanhada por Sidorkova com 1m30s742. Os limites de pista voltavam a ser uma questão, pois alguns tempos eram deletados já que as pilotas estavam extravasando os limites de pista.

Bruna Tomaselli demorou um pouco para ter tempo aferido, pois foi identificado um problema na porca do seu pneu dianteiro. Depois da modificação ela foi liberada para o circuito.

Restando 20 minutos para o final, as dez primeiras eram: Chadwick, Eaton, Visser, Agren, Powell, Hawkins, Marti, Sidorkova, Koyama e Wohlwend. Chadwick anotou 1m29s380, liderando a sessão, pouco depois a britânica pegou a zebra e extravasou os limites de pista.

Chadwick já tinha completado seis voltas e melhorou o seu tempo para 1m29s544. Em suas primeiras voltas Tomaselli estava na décima terceira posição, em seus giros de 1m30s. Pouco depois a brasileira saltou para a quinta posição com 1m30s466.

Restando apenas doze minutos para o encerramento da sessão, foi a vez de Tomaselli liderar a atividade com 1m29s430, superando Chadwick por 0s114. As pilotas seguiam trocando posições pois a atividade estava de aproximando do final e elas ainda buscavam voltas melhores.

E nos últimos oito minutos, Visser e Tomaselli estavam se alternando na ponta, a pilota do carro #95 cravou 1m28s707, contra 1m29s195 da brasileira. Os pneus da W Series são feitos para durar, desta forma as voltas vão melhorando a cada volta.

Nos últimos quatro minutos, as dez primeiras eram: Chadwick, Visser, Kimilainen, Tomaselli, M. Garcia, Sidorkova, Moore, Agren, Marti e B. Garcia

Alice Powell que venceu a primeira corrida, teve que se contentar com uma décima terceira posição, depois de enfrentar um problema nos freios. 

Jamie Chadwick cravou a pole para a segunda corrida, depois de anotar 1m28s473, acompanhada por B Visser que conseguiu garantir a segunda posição. Kimilainen que começou a classificação com problemas, ficou com a terceira posição, enquanto Bruna Tomaselli vai largar do quarto lugar.

Mas vale lembrar que Kimilainen perde três posições no grid, assim como Vicky Piria – pelo toque com a Bruna Tomaselli na última corrida.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados