ColunistaFórmula 1Post

Volta por Volta – Vitória de Hamilton com Verstappen e Ricciardo completando o pódio

Daniel Ricciardo voltou ao pódio, após um longo período afastado daquele que sempre foi um grande amigo

Lewis Hamilton conquistou a 91ª vitória da carreira e igualou ao recorde de Michael Schumacher. O inglês recebeu das mãos de Mick Schumacher, filho do heptacampeão mundial o capacete do piloto alemão. Duas figuras que marcaram a história da Fórmula 1.

Ainda sobre a vitória, Hamilton atacou Bottas durante a largada e quase conquistou a pole, mas o finlandês não queria entregar a posição de forma fácil, no entanto, por um erro Bottas perdeu a ponta. O piloto do carro #77 ainda abandonou a prova por conta de um problema no motor e após conquistar a pole, o problema no carro tirou a sua chance de batalhar pela vitória.

Max Verstappen e Daniel Ricciardo aproveitaram a vantagem que o abandono de Bottas proporcionou, para ocuparem o pódio. O holandês descontou alguns pontos e conseguiu manter a disputa pelo vice-campeonato viva. O australiano conquistou o seu primeiro pódio com a Renault, o último pódio de Ricciardo foi conquistado em Mônaco, na prova realizada em 2018.

Confira: GP de Eifel – Lewis Hamilton brilha e iguala a recode de vitórias de Schumacher. Ricciardo vai ao pódio

A única equipe que conseguiu pontuar com os dois carros, foi a Racing Point com Sergio Pérez na quarta posição e Nico Hulkenberg em nono. O top-10 foi bem equilibrado e até mesmo Haas e Alfa Romeo conquistaram pontos singelos, mas que deixam a sua disputa pela oitava posição no campeonato de construtores mais viva.

Diferente do início da temporada onde o calendário da F1 ficou mais apertado, a categoria vai fazer outra pausa e retorna no dia 23 de outubro para a realização dos primeiros treinos livres em Portugal.

Saiba como foi o GP de Eifel 

Nico Hulkenberg ocupou o carro de Lance Stroll, após o canadense passar mal durante a manhã de sábado. O alemão assumiu a vaga na classificação e não teve a oportunidade de fazer um reconhecimento da pista antes, desta forma, largou da vigésima posição. O grid para a largada ficou definido desta forma:

A Renault identificou um problema na unidade de potência utilizada por Lando Norris e sem punições eles aproveitaram para realizar a troca de diversos componentes, apenas o central eletrônica de gerenciamento ficou de fora. 

Início

Na pista a temperatura estava na casa dos 18°C, com 9°C no ambiente.

Volta 1: Valtteri Bottas largou da ponta, com Hamilton ao seu lado, o finlandês quase perdeu a ponta, mas conseguiu recupera-lá após a primeira curva. Verstappen seguiu na terceira posição, com Charles Leclerc em quarto.

A largada foi limpa sem nenhum incidente. Ricciardo ganhou uma posição e assumiu o quarto lugar e Antonio Giovinazzi passou para a décima primeira posição, largando bem lá pelo final do pelotão e conquistou três posições;

Volta 2: E após a primeira volta, Bottas já tinha mais de 1s5 de vantagem para Hamilton;

Dos 20 pilotos do grid, apenas Vettel, Gasly, Kvyat e Grosjean apostaram na utilização dos pneus médios;

Volta 3: A diferença entre Hamilton e Bottas caiu para 1s3. Hulkenberg era o décimo sétimo colocado, após largar da vigésima posição;

Volta 4: Ricciardo passou a atacar Leclerc, entre eles a diferença oscilava entre 0s3 e 0s5;

Volta 6: O australiano quase conseguiu realizar a ultrapassagem, pois o monegasco acabou espalhando na volta.

Sebastian Vettel disputava a décima primeira posição com GIovinazzi, separados por 0s6;

Volta 8: Albon seguiu para os boxes e após a sua parada retornou com os pneus médios. O tailandês passou a ocupar a vigésima posição;

Volta 9: Bottas, Hamilton e Verstappen se alternavam nas voltas rápidas.

Ricciardo aplicou o x’s em Leclerc na curva 2 e conseguiu a quarta posição;

Volta 10: Pérez atacava Lando Norris a disputa era pela sexta posição, vale lembrar que os dois estavam próximos de Leclerc;

Volta 11: Leclerc realizou a sua parada e retornou com os pneus médios. Vettel acabou rodando enquanto disputava o espaço da pista com Giovinazzi e na tentativa de evitar uma batida, o alemão rodou;

Volta 12: Vettel e Russell foram para os boxes, o alemão passou a utilizar os pneus duros, enquanto o piloto da Williams era visto com os médios;

Volta 14: Bottas acabou passando reto na curva 1 e o pneu dianteiro direito do finlandês acabou. Desta forma ele foi ultrapassado por Hamilton que assumiu a primeira posição.

Russell era mostrado com o pneu esquerdo furado. Kimi Raikkonen havia tocado com o piloto da Williams que abandonou a prova logo depois;

Volta 15: Magnussen e Latifi foram chamados para os boxes, retornando para a pista com os médios. Ricciardo foi ultrapassado por Bottas que estavam com os pneus mais novos.

O Safety Car virtual foi acionado para a retirada do carro de Russell;

Volta 16: Foi a vez de Giovinazzi realizar a sua parada, retornando com os pneus médios em décimo quinto. A parada deu certo e italiano retornou a frente de Vettel;

Volta 17: Hamilton e Verstappen foram para os boxes e conseguiram retornar a frente de  Bottas. Albon e Kvyat se tocaram e o russo perdeu a asa dianteira, se arrastando por todo o circuito;

Volta 18: Bottas passou a reclamar de falta de potência e caiu para a quinta posição, a equipe passou alguns ajustes para que o finlandês tentasse permanecer na corrida;

Volta 19: Kvyat chegou nos boxes, instalou uma nova asa e retornou na vigésima posição;

Bottas foi para os boxes e abandonou a corrida;

Volta 20: Os dez primeiros eram: Hamilton, Verstappen, Norris, Pérez, Ocon, Sainz, Ricciardo, Gasly, Albon e Leclerc. Entre os dez apenas Hamilton, Verstappen, Ricciardo, Albon e Leclerc haviam realizado uma parada;

Volta 22: Kimi Raikkonen foi punido com dez segundos por conta da batida com Russell.

Albon quase bateu em Gasly quando tentava realizar a ultrapassagem no piloto da AlphaTauri;

Volta 23: Esteban Ocon acabou abandonando por conta de um problema hidráulico;

Volta 24: Albon foi para os boxes e abandonou a corrida. No momento que o tailandês estava entrando nos boxes a penalidade de cinco segundos foi aplicada por conta daquela batida com Russell;

Volta 25: Raikkonen pressionava Vettel, a disputa estava valendo a décima primeira posição;

Volta 26: Lando Norris começou a reclamar de falta de potência do motor, vale lembrar que a Renault havia realizado a troca de diversos componentes da sua unidade de potência, pois um problema fora identificado.

Volta 28: Os dez primeiros eram: Hamilton, Verstappen, Norris, Pérez, Sainz, Ricciardo, Gasly, Leclerc, Hulkenberg e Grosjean;

Leclerc conseguiu realizar a ultrapassagem em Gasly, assumindo a sétima posição;

Volta 29: Sergio Pérez realizou a sua parada, retornando na quinta posição. Carlos Sainz aproveitou para realizar a sua parada também, ambos retornaram com os pneus médios;

Volta 30: Norris voltou a reclamar da falta de potência, o piloto não havia realizado a sua parada ainda e respondeu a troca de pneus de Pérez, a equipe optou por enviá-lo mais uma vez para a pista.

Daniel Ricciardo estava no pódio ocupando a terceira posição;

Volta 31: Norris foi ultrapassado por Pérez e caiu para a sexta posição;

Volta 32: Gasly realizou a sua parada, retornando na décima segunda posição, sendo o último piloto a precisar fazer uma parada nos boxes;

Volta 34: Pérez conseguiu realizar a ultrapassagem na última curva em Leclerc;

Volta 35: O mexicano demorou para a reação e voltou a perder a posição para o monegasco. Pérez voltou a repetir a manobra e conseguiu de fato assumir a quarta posição;

Volta 37: Leclerc realizou uma segunda parada e retornou na décima posição. Do sétimo ao décimo sexto, todos já haviam tomado uma volta do líder;

Os dez primeiros eram: Hamilton, Verstappen, Ricciardo, Pérez, Sainz, Norris, Giovinazzi, Vettel, Raikkonen, Leclerc;

Volta 38: Giovinazzi foi chamado para os boxes, realizando uma segunda parada, o italiano retornou na décima terceira posição, com outro jogo de pneus médios;

Volta 39: Hamilton seguia na liderança com mais de 8 segundos de vantagem para Max Verstappen. O holandês tinha 58 segundos de folga para Ricciardo;

Volta 40: Leclerc passou a ser o sétimo, após realizar a ultrapassagem em Vettel;

Volta 42: Hulkenberg estava na nona posição, após realizar a ultrapassagem em Vettel que passou ser atacado pelos competidores;

 

Volta 43: Vettel realizou uma segunda parada, teve problemas na troca do pneu dianteiro esquerdo, retornou com os macios e era o décimo quinto colocado;

Volta 44: Lando Norris abandonou a corrida;

Volta 45: O Safety Car entrou na pista, Hamilton, Verstappen, Ricciardo, Sainz, Gasly, Hulkenberg e Raikkonen foram para os boxes;

Volta 46: Sergio Pérez realizou a sua parada e tinha distância suficiente para manter a quarta posição. Os pilotos que trocaram pneus estavam tentando aquecer eles;

Volta 47: Todos os pilotos que tinham tomado uma volta do líder, conseguiram recuperar as posições;

Volta 49/50: Ocorreu a relargada por conta da saída do Safety Car. Hamilton disparou na ponta e Ricciardo tentou realizar a ultrapassagem em Verstappen, mas o holandês conseguiu se recuperar. O mesmo aconteceu entre Pérez e o australiano da Renault, mas as posições foram mantidas.

Os dez primeiros eram: Hamilton, Verstappen, Ricciardo, Pérez, Sainz, Leclerc, Gasly, Hulkenberg, Grosjean e Giovinazzi.

Volta 53: Vettel, Raikkonen e Latifi se enfrentavam, valendo a décima segunda posição;

Volta 55: Vettel estava em disputa direta com Kevin Magnussen e após espalhadas e a utilização de boa parte da pista, o alemão assumiu a décima primeira posição. Kimi Raikkonen aproveitou a deixa e ultrapassou o dinamarquês da Haas;

Volta 60: Lewis Hamilton cruzou a linha de chegada na primeira posição, conquistando a 91ª vitória da sua carreira e igualando ao recorde estabelecido por Michael Schumacher.

 

Max Verstappen conseguiu a segunda posição e a melhor volta da prova com 1:28.139, enquanto Daniel Ricciardo conseguiu finalmente o pódio com a Renault ao obter o terceiro lugar;

Romain Grosjean conquistou mais dois pontos para a Haas, enquanto Antonio Giovinazzi que terminou em décimo conseguiu 1. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo