ColunistaFórmula 1Fórmula EPost

Vettel recebe convite da DS Techeetah para testar carro da Fórmula E

Enquanto Vettel não tem o seu futuro definido, o piloto alemão recebeu mais um convite, agora para testar um carro da Fórmula E

Surgem novos convites para Sebastian Vettel. O futuro do tetracampeão mundial de Fórmula 1 não está definido após o final de 2022, a Aston Martin está tentando melhorar o seu carro e o seu projeto, para se tornar mais atrativa e renovar o contrato com o piloto alemão. Ao mesmo passo que Vettel dá alguns sinais de que a sua carreira na F1 está próxima de ser encerrada.

Após o GP de Miami, Vettel foi convidado por Graham Rahal e seu pai, Bobby Rahal para realizar um teste na Indy, para conhecer o Road America. Agora é a vez do piloto alemão chamar a atenção da DS Automobiles, que está na Fórmula E por meio da DS Techeetah convidou o piloto alemão para testar o carro da categoria elétrica.

A verdade é que Vettel não precisa mais continuar na Fórmula 1, o piloto conquistou quatro títulos mundiais e aproveitou a visibilidade da categoria para dar espaço para algumas pautas e promover discussões. Mas isso só aconteceu a partir do seu desenvolvimento pessoal, que fez com que ele expandisse os horizontes e usasse esse espaço e voz para trabalhar a luta pela igualdade, questionar a categoria e chamar cada vez mais a atenção para os problemas com o meio-ambiente.

Lewis Hamilton e Sebastian Vettel são um dos poucos pilotos que usam a plataforma da Fórmula 1 para lutar por causas que são realmente necessárias e importantes – Foto: reprodução Aston Martin

Como Sir Lewis Hamilton, as pessoas estão cada vez mais inclinadas a querer saber a opinião desses dois pilotos. Recentemente, Vettel participou de um programa na BBC, Question Time onde voltou a falar sobre a sustentabilidade.

Chegamos em um ponto, que mesmo com a Fórmula 1 buscando um caminho mais sustentável, as bandeiras levantadas por Vettel parecem que não fazem sentido para a categoria. A F1 está usando um motor híbrido, pensando em um combustível mais sustentável, mas ainda levanta questionamentos, principalmente em campos que não estão bem estabelecidos.

LEIA MAIS: Vettel recebe convite de Bobby Rahal para realizar teste na Indy

A Fórmula E já nasceu nesse ambiente onde já existia uma cobrança para salvar o meio-ambiente. Ela não poderia ser só mais uma categoria de automobilismo e, todos que participam dela sabem exatamente quais as lutas que a categoria elétrica está travando e qual impacto deseja deixar no mundo. A realidade é que toda a cadeia da Fórmula E é está muito mais bem preparada neste ambiente. Carros elétricos, a busca pela redução de carbono. O presente já está cobrando uma ação de transformação.

LEIA MAIS: Reforçando os votos com a sustentabilidade, Fórmula E revela o Gen3

Vejo que se Vettel optar por deixar a Fórmula 1 e seguir para uma Fórmula E, não seria um ‘rebaixamento’. Certamente a categoria elétrica trabalharia a imagem do piloto alemão para engajar ainda mais as causas que eles vêm lutando. A Fórmula E já ovaciona pilotos que deixaram a F1 para prestigiar o seu grid, pilotos se quer demonstraram a sua preocupação com o meio ambiente, como Vettel está deixando bem claro nos últimos anos.

“Sebastian está muito interessado na proteção do meio-ambiente e tem em mente as mudanças climáticas, assim como fazemos na Fórmula E. Não sabemos até que ponto ele está interessado em continuar a sua carreira na Fórmula E. Isso não deve ser um problema também, mas gostaríamos de dar a oportunidade para ele testar um carro de corrida neutro em CO2”, disse Thomas Chevaucher, chefe de equipe da DS Techeetah.

Com a chegada do Gen3 e todas as possibilidade que estão surgindo pelo grid, é natural que os times olhem para o lado e trabalhem com possibilidades. A DS Automobiles se comprometeu com a Fórmula E para a era Gen3. Atualmente o time conta com o bicampeão Jean-Éric Vergne e o campeão Antonio Felix da Costa, mas tudo deve mudar no próximo ano, principalmente após DS e Dragon Penske se unirem para a próxima geração de carros.

LEIA MAIS: Dragon aposta em parceria com a DS Automobiles para disputar temporada 2022/23 da Fórmula E

Observando o que Vettel fala e o que avistamos no horizonte, seria bem interessante ver o piloto migrando de plataforma – seja seguindo para a Indy onde podem renovar o seu espírito competitivo ou na Fórmula E dando espaço para pautas necessárias e aumentando a visibilidade da categoria. Neste jogo da dança das cadeiras que é travado no meio da temporada da Fórmula 1 e da Fórmula E, a certeza que temos é que estão motivados a segurar Vettel por mais um tempo no automobilismo.

ESCUTE NOSSO PODCAST  ‘E SE…?’

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados