ColunistaDestaquesFórmula 1

TL3 Rússia – Buscando bons resultados no final de semana, Leclerc lidera dobradinha da Ferrari

Charles Leclerc segue promovendo a Ferrari, pois na manhã deste sábado (28), o monegasco quebrou a concorrência e liderou mais uma sessão de treinos livres. O monegasco levou a melhor após anotar 1:32:733, em sua melhor performance com os pneus macios. Sebastian Vettel ajudou a fazer o ”bloqueio’’ da Ferrari, ocupando a segunda posição com 1:33:049, separado do companheiro de equipe por 0s316.

A Mercedes tratou de reagir, mas levou um pouco mais de tempo para encontrar a volta ideal, o time precisa abusar do terceiro setor para conseguir uma diferença significativa em seu tempo. Lewis Hamilton ficou com a terceira posição, acompanhado por Valtteri Bottas, que em alguns momentos foi melhor que o inglês.

Max Verstappen utilizou os pneus médios e macios, fechando em quinto no resultado geral, entre o holandês e Alexander Albon, apareceu Romain Grosjean com o carro da Haas. Apesar do tailandês da Red Bull ter aberto a tabela de tempos, ele demorou para obter um bom resultado e isso só aconteceu com o cronômetro zerado.

Nico Hulkenberg representou a Renault na oitava posição, acompanhado por Lando Norris com a McLaren e Kevin Magnussen com o segundo carro da equipe americana.

A Fórmula 1 retorna às 9h para a realização da classificação.

lll Saiba como foi o Terceiro Treino Livre na Rússia

Na pista a temperatura na pista estava em 26°C, com 21° no ambiente.

 

Assim que a pista foi liberada, os pilotos deram início a volta de instalação, como é realizado em todo sábado no começo das atividades em pista. Alexander Albon abriu a tabela de tempos, anotando 1:37:881, com os pneus médios instalados no carro da Red Bull e seguiu no circuito conseguindo reduzir a marca para 1:35:950.

 

Com dez minutos de sessão realizada, apenas Albon tinha tempo aferido no circuito, tomando conta do cronômetro com 1:35:843. Aos poucos os pilotos começaram a aquecer os seus compostos e trabalhar na busca por voltas rápidas e assim, Lando Norris anotou 1:35:775, conseguindo superar o tailandês da Toro Rosso, utilizando os pneus macios.

Quando a Mercedes foi para o circuito, rapidamente encaixaram um giro cronometrado e assim Valtteri Bottas anotou 1:35:786, segunda posição, atrás de Lando Norris que seguia comandando os resultados, após melhorar o tempo para 1:35:322.

Com cerca de 20 minutos de sessão realizada, Charles Leclerc passou a disputar a ponta com Sebastian Vettel, o monegasco tinha 1:34:147, contra 1:34:515 do alemão. Norris era o terceiro colocado, acompanhado por Hamilton e Bottas, na quarta e quintas posições, respectivamente.

Com 38 minutos, Daniil Kvyat que estava em sua segunda volta, acabou abandonando a sessão próximo a saída do pit-lane, após o motor da sua Toro Rosso apagar da mesma forma que ocorreu durante o TL1 com o russo.

 

Charles Leclerc tinha o melhor resultado, pois andava na casa de 1m33s, enquanto os outros pilotos estavam na casa de 1m34, 1m35, 1m36…

Com a primeira meia hora completada, as posições eram: Leclerc, Verstappen, Vettel, Bottas, Hamilton, Hulkenberg, Norris, Gasly, Sainz e Ricciardo. Verstappen, Albon e Russell eram os únicos pilotos utilizando os compostos médios. Pérez era o único piloto sem tempo aferido.

Como equipe com os compostos mais ”novos’’ no circuito, a Renault tentava crescer na sessão e assim ocupava a sexta e a sétima posições com Hulkenberg e Ricciardo, respectivamente, superando a dupla da McLaren para isso. Hamilton conseguia melhorar a sua marca após ter sido superado e retornando à quarta posição com dez voltas no composto macio, o inglês tinha 1:34:515.

Restando pouco mais de 20 minutos para o enceramento do TL3, a pista ficava em silêncio, pois os pilotos haviam se recolhido para os boxes das equipes.

A dupla da Ferrari, instalou novos pneus macios e partiram para mais uma sequência de voltas rápidas e assim Leclerc, liderou a sessão com 1:32:861, superando todos os setores estabelecidos por Vettel que anotou 1:33:304.

A Mercedes reduzia a sua diferença no setor três e assim Hamilton se aproximou de Leclerc com 1:33:129, contra 1:32:733 do monegasco.

Ainda era muito comum ver os pilotos cometendo erros no circuito, mas a imagem mais forte, foi a de Sergio Pérez travando roda na curva 13, dechapando os compostos, após se arrastar por um longo trecho na pista, com o pneu dianteiro esquerdo travado. O mexicano buscava aferir uma volta no circuito pois não tinha nenhum tempo cronometrado e ele só apareceu quando restavam nove minutos para o término da sessão. Pérez anotou 1:34:860, saltando para a décima posição.

 

Se aproximando do encerramento, as posições erram: Leclerc, Vettel, Hamilton, Bottas, Verstappen, Grosjean, Hulkenberg, Norris, Magnussen e Gasly.

Com o cronômetro zerado, Alexander Albon melhorou para a sétima posição, ma sexta volta do composto macio. 

 

 

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados