ColunistaFórmula 1Post

TL1 Itália – Bottas começa na liderança, enquanto Red Bull ocupa a terceira posição com Albon

Verstappen acabou batendo e fechou a primeira atividade na quinta posição, destaque positivo para a AlphaTauri que teve uma boa atividade

A primeira atividade para o GP da Itália, contou com a liderança de Valtteri Bottas, o finlandês anotou 1m20.703, com os pneus macios, mas o piloto da Mercedes já tinha aferido uma boa volta com os pneus médios.

Lewis Hamilton ficou com a segunda posição, separado por 0s245 do companheiro de equipe. O que realmente chama a atenção é a distância da Red Bull, Alexander Albon bateu o tempo obtido por Verstappen, mas ficou separado por 0s797 do líder. É algo para ficar de olho, pode ser uma condição apenas do TL1, já que os pilotos rodaram pouco nesta manhã.

Daniil Kvyat foi o quarto colocado com a AlphaTauri, seguido por Max Verstappen da Red Bull e Pierre Gasly em sexto, companheiro do piloto russo que estava a sua frente. E com as posições conquistadas pela AlphaTauri, faltou espaço para a Racing Point, desta forma Sergio Pérez ficou apenas com a sétima posição, enquanto Lance Stroll era o décimo terceiro.

Lando Norris fechou no oitavo lugar com a McLaren, com Carlos Sainz em décimo e entre eles Daniel Ricciardo ocupara a nona posição com a Renault.

Confira: Sem “Modo Festa”, Mercedes segue como a favorita do fim de semana na Itália

Na Ferrari a situação ruim do GP da Bélgica persistia, Charles Leclerc era o décimo primeiro, enquanto Sebastian Vettel ocupava a décima nona posição.

Os sensores espalhados pela pista estão cobrando que os pilotos façam as suas voltas respeitando os limites de pista, desta forma algumas voltas foram deletadas ao longo da sessão.

Sobre a primeira atividade, por diversos momentos a pista ficou vazia, os pilotos demoraram para buscar as voltas rápidas e após a batida de Max Verstappen, as equipes ficaram com os carros parados nos boxes.

A Red Bull trabalhou para arrumar o carro do holandês que voltou para a pista, participando do restante da sessão normalmente.

Saiba como foi o Primeiro Treino Livre em Monza

Os carros foram liberados dos boxes e as temperaturas estavam altas, 32°C na pista, enquanto fazia 24°C no ambiente.

Os pilotos realizavam voltas de instalação e retornavam para os boxes e foi assim por mais de 20 minutos. Alexander Albon resolveu quebrar o silêncio da pista e anotar o primeiro tempo do dia com os pneus médios, o tailandês tinha 1:24.008, mas o tempo da volta foi deletado, provavelmente pelo piloto ter extravasado os limites de pista.

Desta forma, o tempo aferido por Kimi Raikkonen se tornou a referência momentaneamente, o finlandês anotou 1:25.198 de pneus duros. Na Williams era possível ver Roy Nissany realizando testes para a Williams no lugar de George Russell.

Com a conclusão da primeira meia hora de atividades, os dez primeiros eram:  Albon, Bottas, Stroll, Hamilton, Ocon, Leclerc, Kvyat, Raikkonen, Norris e Verstappen. Todos os pilotos tinham tempo aferido, grande parte deles estavam explorando os pneus duros, enquanto a dupla da Williams estava utilizando os macios.

E assim como Sebastian Vettel, Romain Grosjean era visto travando as rodas na curva quatro. Pouco depois o piloto retornava para os boxes. Alexander Albon tinha dificuldade para executar a mesma curva e pedia auxílio para o engenheiro.

Hamilton assumiu a ponta e foi o primeiro a virar na casa de 1m21s676, utilizando os compostos duros. Verstappen bateu a dupla da Racing Point e foi para a quarta posição com 1:21.953.

Uma bandeira vermelha foi acionada quando restavam 52 minutos para o término as sessões, Max Verstappen perdeu a traseira na curva 8 e acabou batendo entre as curvas 9 e 10. A asa dianteira do carro ficou danificada, mas o piloto conseguiu retornar para o circuito e logo a pista foi liberada mais uma vez.

Após uma pausa, os carros foram liberados mais uma vez quando restavam cerca de 40 minutos para o encerramento da sessão. Raikkonen abandonou os pneus duros e passou a utilizar os compostos médios, enquanto a dupla da Haas era vista com os pneus macios.

O finlandês da Alfa Romeo registrou 1:23.060 e ocupava a décima quarta posição. Na ponta da tabela de tempos, Bottas e Hamilton passaram aos pneus macios. O finlandês da Mercedes anotou 1:20.703, acompanhado por Hamilton que tinha 1:20.948, enquanto Albon que ocupava a terceira posição estava separado por 0s797.

Destaque para a AlphaTauri, Daniil Kvyat ocupava a quarta posição, com Pierre Gasly no sexto lugar. Por outro lado, a Racing Point não estava bem posicionada, Sergio Pérez apareceu na sétima posição, enquanto Lance Stroll foi empurrado para o décimo terceiro lugar.

Após mais uma breve pausa nos boxes, os pilotos retornaram para realizar alguns giros em modo de simulação de corrida. Além disso era possível ver a McLaren realizando testes aerodinamicos com o flow-vis no carro de Carlos Sainz. 

Pierre Gasly perdeu a traseira do carro e acabou rodando na curva quatro, mas retornou normalmente para o circuito. 

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo