ColunistaPostStock Car

Thiago Camilo conquista vitória em Cascavel, após grande performance

Navarro foi punido por ter utilizado o botão de ultrapassagem na largada e perdeu a liderança que havia conseguido após a rodada de pit-stops

A 5ª etapa da Stock Car disputada em Cascavel foi bem movimentada, Thiago Camilo que largou da pole conseguiu a vitória, mas foi por pouco pois Denis Navarro liderou algumas voltas após a parada nos boxes.

Explico, a Cavaleiro Sports apostou em uma estratégia diferente, uma parada mais rápida por conta da troca de apenas um dos compostos. Mas o revés da sua corrida se deu nos últimos minutos, quando a direção de prova identificou que o piloto havia utilizado o botão de ultrapassagem na largada.

Desta forma Camilo recuperou a liderança, conquistou a sua trigésima vitória. Daniel Serra conseguiu a segunda posição, superando Khodair nas paradas e assim o piloto da Blau Motorsport teve que se contentar com a terceira posição.

A Stock Car optou por realizar algumas corridas no sábado e assim foi a quinta etapa, em uma prova única, mas muito disputada. Vale ressaltar a vitória para o modelo Toyota Corolla, mesmo que o segundo e terceiro lugar sejam do modelo Chevrolet Cruze.

Ricardo Maurício, companheiro de Daniel Serra foi o quarto colocado, acompanhado por Cesar Ramos da Ipiranga.  Átila Abreu foi o sexto colocado com a Shell V-Power, acompanhado por Rubens Barrichello da Full Time Sports e Rafael Suzuki da Full Time Bassani. Ricardo Zonta da RCM Motorsport e o argentino Mattias Rossi da Full Time Sports completaram o Top-10. 

Barrichello é o líder do campeonato com 119 pontos, acompanhado por Ricardo Maurício com 118 e Cesar Ramos em terceiro com 114. 

A Stock Car retorna neste domingo para a realização da sexta etapa, a classificação começa às 9h e a primeia etapa do dia começa às 11h15 pelo horário de Brasília.

Saiba como foi a Corrida

As temperaturas haviam caído e havia ameaça de chuva para a sessão, logo algumas gotas começaram a cair pelo autódromo. O início da corrida foi atrasado por conta de algumas falhas técnicas.

Thiago Camilo largou da pole acompanhado por Allam Khodair e Diego Nunes. Camilo segurou a ponta, com Khodair em segundo. Antes do final da primeira volta Julio Campos, Nelson Piquet Jr e Cacá Bueno enfrentavam alguns problemas após um toque forte quando o bolo ainda estava bem próximo. O safety car não foi necessário, mas os pilotos recolheram para os boxes.

Na segunda volta vimos um novo toque, Gabriel Casagrande bateu forte no muro de contenção, Diego Nunes e Lucas Foresti acabaram espalhando e logo depois o Safety Car foi acionado.

Os dez primeiros eram: Camilo, Khodair, Navarro, Serra, Baptista, Ramos, Mauricio, Salas, Barrichello e Nunes.

Restando 30 minutos, o Safety Car deixou a pista e as disputas foram liberadas. Camilo conseguia se manter na ponta, mas a disputa mais interessante ocorria pela oitava posição, Salas, Barrichello e Nunes se enfrentavam.

Bruno Baptista foi punido por queima de largada e precisou seguir para os boxes e comprimir a ponição.

Salas assumiu a sétima posição, acompanhado por Barrichello e Nunes, Di Mauro perseguia estes pilotos, assim como Gomes que buscava uma posição melhor.

O botão de ultrapassagem já estava liberado e Di Mauro o acionou, o piloto perdeu várias posições e por isso tentava uma recuperação. A corrida estava bem disputada, com várias ultrapassagens. Camilo seguia na ponta e utilizava o botão para se afastas de Denis Navarro que era o segundo colocado, enquanto Allam Khodair era o terceiro.

Os boxes foram abertos na volta 9 e rapidamente os pilos partiram para os boxes. Camilo foi logo realizar a sua parada, trocou o pneu dianteiro direito e retornou para o circuito, acompanhado por Daniel Serra.

A parada de Navarro era muito boa e conseguiu retornar à frente de Camilo que vinha forte com o botão de ultrapassagem acionado. Restavam pouco mais de 20 minutos para o término da corrida. Khodair se viu enfrentando Serra, buscando quinta posição.

A chuva começou a cair em alguns pontos da pista, mas os pilotos permaneciam no circuito após as suas paradas que já foram realizadas.

Com todas as paradas realizadas, os dez primeiros eram: Navarro, Abreu, Camilo, Serra, Khodair, Maurício, Ramos, Di Mauro, Nunes e Barrichello.

Khodair seguiu pressionando Serra, o piloto da Eurofarma conseguia se defender muito bem, utilizando bem os espaços da pista para evitar a ultrapassagem.

Gaetano di Mauro que era o sétimo colocado, rodou e acabou se encaminhando para os boxes para abandonar a prova.

Navarro e Camilo alternavam a utilização do botão de ultrapassagem. O piloto da Cavaleiro que liderava a prova foi punido pelo acionamento  do botão de ultrapassagem na largada, quando não era permitido este acionamento e desta forma precisou se encaminhar para os boxes e cumprir a punição.

Navarro retornou na décima quarta posição e perdeu a chance de conquistar a vitória.

Desta forma Thiago Camilo conseguiu a vitória, mas precisou dar mais duas voltas antes de ver a bandeira quadriculada. Daniel Serra ficou com a segunda posição, enquanto Allam Khodair foi o terceiro colocado.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo