ColunistaPostStock Car

Stock Car em Goiânia: Ricardo Zonta reverteu a pole em vitória emocionante

Os novos carros provaram que podem manter a competitividade da categoria

Ricardo Zonta venceu a corrida, mas sem folga, desde o início da prova o líder não conseguia se desprender totalmente do bolo. Allam Khodair cruzou a linha de chegada na segunda posição, o piloto encontrou um bom rendimento após largar da quinta posição. Ricardo Maurício foi o terceiro colocado, acompanhando por Daniel Serra, ambos da Eurofarma. 

A primeira corrida em Goiânia foi bem disputada, os novos carros proporcionaram uma boa aproximação. 

As estratégias foram variadas, mas Cacá Bueno fechou na quinta posição para a equipe Crown Racing, seguido Thiago Camilo da Ipiranga Racing que enfrentou o companheiro de equipe em boa parte da prova. Rubens Barrichello foi o sétimo, o piloto realizou uma parada mais longa, focando na segunda corrida. 

Cesar Ramos obteve a oitava posição, seguido por Galid Osman e Victor Genz, esses dois últimos entre os dez primeiros, travaram uma disputa intensa até a última volta com o piloto argentino Matias Rossi. 

Saiba como foi a primeira Corrida da Stock Car

Ricardo Zonta saiu da Pole, acompanhado pelos pilotos Ricardo Maurício e Daniel Serra da Eurofarma.

Saiba como foi a primeira Corrida da Stock Car
Foto: Reprodução Stock Car

A prova teve duração de 30 minutos, mais uma volta. Após o primeiro giro os pilotos já podiam começar a acionar o push (botão de ultrapassagem).

Após a largada, Ricardo Maurício começou a atacar Zonta, mas o piloto da Shell conseguia manter a dianteira. Gaetano di Mauro que estava no meio do bolo, espalhou na pista e saiu da disputa. Rafael Suzuki caiu para a sétima posição ao perder espaço na pista.

Na segunda volta, Allam Khodair conseguiu a segunda posição, após ultrapassar Daniel Serra e com o botão de ultrapassagem acionado já aproveitou para atacar Maurício e obter a segunda posição.

A vantagem de Zonta não era tão grande para o segundo colocado, os pilotos estavam separados por menos de um segundo.

Barrichello e Bueno travaram a disputa pela quinta posição e o piloto da Full Time conseguiu a ultrapassagem. Com os novos carros os pilotos seguiam ficando em bolos e não havia o distanciamento como na temporada passada.

Thiago Camilo se mostrava agressivo na competição e mesmo sendo pressionado por Osman e Salas, o piloto se segurava muito bem na décima posição.

Restando pouco mais de 20 minutos para o final da prova, Gabriel Casagrande encostava o carro, abandonando a competição.

Cesar Ramos e Thiago Camilo passaram a disputar a nona posição, em um confronto interno da Ipiranga Racing.

Com pouco mais de 15 minutos para o final a janela de box teve início, Zonta foi logo para os boxes e instalou um novo pneu traseiro esquerdo. Nunes e Pedro Cardoso também se encaminharam para os boxes. Nelsinho Piquet e ficou parado nos boxes.

Suzuki abandonou a corrida após perder o capô e ter o para-brisa quebrado.

Neste pit-stop obrigatório, os pilotos focavam em realizar a troca de pneus, ninguém planejava o abastecimento neste momento. Após a parada de Allam Khodair, o piloto da Blau Motorsport retornou atrás de Zonta.

Durante a parada de Marcos Gomes, o boxe da equipe começou a pegar fogo, os bombeiros precisaram entrar em ação.

Após as paradas os dez primeiros eram: Zonta, Khodair, Maurício, Serra, Bueno, Camilo, Barrichello, Ramos, Osman e Rossi. Zonta passava a ser pressionado por Khodair.

Com o final da janela, restavam pouco mais de sete minutos para o término da prova e por conta dela os pilotos ficaram mais espalhados na pista.

Restando dois minutos para o final, Rossi seguia atacando Osman para tentar obter a nona posição, mas se permanecesse em décimo o argentino conseguiria largar da pole na próxima corrida.

Quando Zonta cruzou a linha de chegada, ainda restavam alguns segundos e desta forma os pilotos tiveram que completar mais duas voltas no circuito goiano. Zonta cruzou a linha de chegada na primeira posição, acompanhado por Allam Khodair e Ricardo Maurício.

Matias Rossi fechou em décimo primeiro, após ser ultrapassado por Vitor Genz que não utilizou o botão de ultrapassagem e assim garantiu a pole para a segunda corrida.  

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados