ColunistaFórmula 1Repost

Série: Os últimos 10 anos da Fórmula 1 – 2007: Não Entre em Pânico!!!

Acredito que é cedo demais para afirmar que esse é o melhor ano da Fórmula 1, mesmo com uma vitória da Ferrari na primeira corrida, depois de 1625 dias sem liderar o campeonato de pilotos, as coisas na Fórmula 1 podem mudar com um piscar de olhos. No Grande Prêmio da China foi a vez de Lewis Hamilton vencer e se igualar a Sebastian Vettel no campeonato. Mesmo com uma segunda vitória da Ferrari, podemos dizer que até agora é um bom ano, temos uma disputa por campeonato e brigas no meio do pelotão, mas se ainda assim pararmos para analisar todos os anos que já passaram na Fórmula 1, tivemos outras tantas disputas importantes que marcaram a categoria. Para fazer uma análise um pouco mais detalhada, escolhi pegar uma margem de 10 anos, 2007 e assim por diante, para voltarmos no tempo e ver os anos brilhantes que tivemos na categoria, pois a Fórmula 1 não pode ser reduzida a apenas um ano.

A temporada de 2007 da Fórmula 1 chegou à última corrida sem ter um campeão definido, o título era disputado entre o estreante na categoria Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe, o bicampeão Fernando Alonso, ambos da McLaren e o azarão Kimi Raikkonen da Ferrari. Lewis havia cometido um erro de cálculo no GP da China para fazer o pitstop, acabou ficando com pneus traseiros na lona tentando levar o carro aos boxes, mas antes de conseguir chegar na entrada do pit, acabou perdendo o carro, que entrou da caixa de brita, não conseguindo terminar aquele Grande Prêmio. Sorte de Fernando Alonso, que acabou chegando em segundo lugar e com 103 pontos, contra os 100 pontos de Kimi Raikkonen, que chegou em primeiro, acabou em terceiro no campeonato.

No último GP realizado no Brasil, a matemática para Raikkonen se tornar campeão era vencer a corrida, Fernando Alonso não terminar em segundo e Lewis Hamilton ficasse abaixo da segunda colocação. Na última parada nos boxes dos dois pilotos da Ferrari, Felipe Massa perdeu a liderança da corrida para Kimi Raikkonen, que se manteve na ponta até o final da corrida – vencendo o campeonato. Alonso acabou terminando a corrida no terceiro lugar e Lewis Hamilton apenas em 7°, por um erro na primeira volta da corrida, na curva do lago, quando usou o vácuo do carro de Alonso, perdendo-se na curva e depois, por um desligamento do carro que o jogou para o último lugar, restou a ele remar para ganhar posições até o final da corrida. O inglês perdeu o título por apenas um ponto e com muita ”afobação”, mesmo assim acabou se consagrando com muita destreza para um estreante naquele ano.

A era Lewis Hamilton começava ali, na verdade não só a dele, mas da nova geração de pilotos. Também foi uma época em que o título era disputado entre equipes e entre pilotos desses times. Outro fato foi o ano que Sebastian Vettel assumiu a Toro Rosso no GP da Hungria, após um desentendimento entre Scott Speed e Franz Tost (diretor esportivo).

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo