ColunistaExtreme EPost

Reino Unido recebe Extreme E para realização do xPrix Jurássico

Extreme E realiza o encerramento da temporada 2021 no Reino Unido, tratando mais uma vez da sustentabilidade e condições climáticas

A Extreme E escolheu o local que vai marcar a decisão da primeira temporada. A categoria off-road elétrica anunciou que a última prova do ano será disputada em Bovington, no Reino Unido.

O calendário da temporada 2021 sofreu alguns ajustes por conta da pandemia de Covid-19, a etapa do Brasil e Argentina foram canceladas, desta forma a Extreme E teve que buscar outros locais que pudessem receber a categoria, mas que eles também tivessem a oportunidade de tratar sobre as mudanças climáticas e sustentabilidade.

O xPrix Jurássico será realizado entre os dias 18 e 19 de dezembro, no condado de Dorset, costa sul do Reino Unido.

“Estou muito animado com o local da corrida, nosso primeiro evento em solo britânico. Esta mudança é uma decisão em nossa missão de correr em lugares remotos e distantes para destacar os efeitos das mudanças climáticas, à medida que cada vez mais as questões sobre as quais falamos estão literalmente acontecendo em nosso quintal. Desta forma parecia que era o momento certo de trazer a corrida para casa e ajudar o exército a reduzir sua própria pegada de carbono”, informou Alejandro Agag, fundador da categoria.

“O mundo precisa avançar quando se trata do motor de combustão e de muitas outras práticas, e que melhor maneira de simbolizar isso do que com um xPrix com o tema Jurássico. A menos que a gente persista com ações climáticas e de sustentabilidade, certas espécies correm o risco de se extinguir, e isso é algo que simplesmente não podemos mais ignorar”.

Bovington é uma base militar bem conhecida do Exército Britânico e fica próximo à costa jurássica. A categoria está trabalhando em conjunto com o Ministério Britânico e o Exército que recentemente divulgaram uma estratégia focada na sustentabilidade e nas mudanças climáticas. O Exército já está guiando veículos blindados elétricos e tem acomodações com eficiência de carbono.

 “O Exército Britânico se orgulha de sua capacidade de conduzir operações em todos os ambientes, adaptando e desenvolvendo suas habilidades conforme necessário. A oportunidade de trabalhar ao lado da Extreme E, que são líderes mundiais em eletrificação de veículos e produção de energia sustentável, é muito emocionante. Isso nos permitirá compartilhar ideias inovadoras que permitirão ao Exército continuar a ganhar vantagem tecnológica globalmente, ao mesmo tempo que contribui para nossas metas climáticas e de sustentabilidade”, disse o Major General Simon Hutchings.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados