365 dias

O campeão estava saindo da Jaula

Dia 20 de 365 dias mais importantes da história do automobilismo – Segunda Temporada

O dia 10 de junho de 2007 ocorria GP do Canadá daquela temporada. O GP é uma marca histórica não apenas para a Formula 1, a McLaren e Lewis Hamilton, mas para os negros, pois a primeira vitória de Lewis Hamilton foi a primeira vitória de um negro na F1.

A importância deste fato é clara, vivemos tempos onde a representatividade cresce a cada dia (graças a Deus), e a igualdade, a quebra dos preconceitos raciais tem sido cada vez mais notória e importante na sociedade. Lewis Hamilton é hoje um representante da cultura negra no mundo da velocidade, o que traz aos negros o famoso lugar de fala. Mas isso é papo para outro dia.

lll Cenário

Em 2007, a McLaren ainda era Mercedes, a Williams-Toyota e a BMW – Sauber. Alguns pilotos ainda estavam lá, e hoje estão em outras categorias como Nick Heidfeld, que hoje é da Formula E e da WEC (Mahindra e Rebellion Racing, respectivamente), Takuma Sato, que atualmente está na Formula Indy, Barrichello que corre na Stock Car, Alexander Wurz que hoje é do time da Toyota na WEC e o Sutil que ninguém nunca mais nem viu.

O mais legal de olhar estas pessoas e equipes é saber o quanto os tempos mudam e a Formula 1 se renova demais (assustadoramente rápido), e com isso ficam apenas histórias.

Vamos ao que interessa.

lll A corrida

Hamilton largou na pole, seguido por Alonso (que na época eram companheiros de equipe, mas não muito amigos), e Nick Heidfeld da Sauber.

Logo na primeira curva, Alonso vacilou e deixou que Heidfeld ultrapassasse ele, tomando o segundo lugar do espanhol. A McLaren de Alonso foi danificada, por algumas vezes ele perdeu a curva um em consequência desta pequena perdida de trajetória que fez ele encontrar a grama na primeira volta. Button teve um problema com sua transmissão e não conseguia acionar a primeira marcha, ficando no grid no começo da corrida. Também houve um acidente entre Scott Speed e Alexander Wurz, que terminou com Wurz de suspensão quebrada e fora da corrida.

Devido ao seu problema, Alonso ficou em quarto lugar atrás de seu futuro companheiro de equipe, Felipe Massa, em terceiro lugar. na volta 20 começaram os pits e com as trocas de posição, Hamilton estava em terceiro.

Na volta 22, Adrian Sutil bateu na curva 4, e o Safety Car foi acionado, ficando na pista até a volta 26, mas na mesma volta, Kubica entrou na traseira da Toyota de Trulli, este acidente é famoso.

Acho um milagre ele ter saído vivo, com um tornozelo quebrado e uma concussão. O Safety Car ficou até a volta 50, pois houve o resgate e pedaços do carro por toda parte para ser retirado.

5 voltas depois, foi a vez de Vitantonio Liuzzi de batizar o muro dos campeões, e na volta 58, Trulli acabou batendo também, na tentativa de ultrapassar Wurz.

Dois pilotos foram desclassificados nesta corrida, Massa e Fisichella, por saírem do Box com as luzes vermelhas acesas. Depois de tantos problemas técnicos e acidentes, apenas 12 pilotos terminaram a corrida. Aparentemente, faltando apenas 10 voltar para o final é que acabaram os Safety Cars e a corrida continuou, com todos os carros perto e com possibilidade de ultrapassar, pois estavam todos na mesma volta.

Hamilton foi apenas sustentando sua colocação, e podemos considerar que foi uma primeira vitória conquistada de forma confortável. E quem colocou a liderança do campeonato nas mãos do inglês foi Takuma Sato, que ultrapassou Fernando Alonso na volta 67, terminando a corrida em sexto lugar.

O grid final depois de tanta confusão, ficou assim:

(Tabela by Wikipédia, pq né eu não tenho tempo pra montar um trem desses no excel)

Após esta corrida, O Campeonato estava com Hamilton, seguido por Alonso e Massa, e apenas em quarto estava Kimi Raikkonen, que seria o campeão daquela temporada.

Mostrar mais

Erika Prado

Mechanical engineer - product development/data aquisition - podcaster at @daerodinamica Fundadora do @girlslikeracingbr

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo