ColunistaFórmula 1Post

Mesmo lidando com um toque no muro, Leclerc encerra sexta-feira em Jeddah na liderança

O TL2 aconteceu normalmente, mesmo com os ataques que estão ocorrendo em Jeddah. Leclerc estabeleceu o melhor tempo do dia

Nesta sexta-feira (25) a Fórmula 1 realizou o TL2 em Jeddah, a atividade se torna uma das mais importantes para a coleta de dados por ocorrer no mesmo horário da classificação e corrida. Charles Leclerc fechou a segunda atividade do dia na liderança, o monegasco anotou 1m30s074, com os pneus macios. Os times prepararam os carros para algumas voltas rápidas, mas depois seguiram para as simulações de corrida.

O grid se mostra o mais variado possível por conta das sequências que foram realizadas hoje. Max Verstappen encontrou um pouco de dificuldade para estabelecer uma volta rápida, pois pegou o circuito muito movimentado, mas fechou o dia na segunda posição. Carlos Sainz foi o terceiro colocado com o segundo carro da Ferrari, seguido por Sergio Pérez.

As dupla da Mercedes voltou a ocupar posições atrás de Ferrari e Red Bull, Lewis Hamilton foi o quinto colocado com George Russell em sexto. Lando Norris conseguiu uma sétima posição, segui de perto por Esteban Ocon da Alpine, Valtteri Bottas da Alfa Rome e Yuki Tsunoda da AlphaTauri. Ao ser comparados com os seus companheiro de equipe, Daniel Ricciardo foi apenas o décimo quinto colocado, enquanto Guanyu Zhou fechou na décima sétima posição.

A Fórmula 1 retorna neste sábado às 11 (pelo horário de Brasília) para a realização do TL3, algumas horas antes da classificação ser disputada. Será realizada uma reunião por conta dos ataques que estão ocorrendo em Jeddah, mas consideram até este momento que é possível realizar o evento sem problemas.

Saiba como foi o TL2 do GP do Bahrein

O início do TL2 foi adiado em quinze minutos. Durante o intervalo do TL1 ao TL2, a Fórmula 1 realizou uma reunião com os chefes de equipes e pilotos, para discutir o andamento do fim de semana depois que mais um ataque ocorreu em Jeddah a uma base da Aramco – uma das patrocinadoras da F1.

Uma nova reunião ocorrerá após o encerramento do TL2, para que possa ser definido o que acontecerá com o restante do fim de semana. Durante a realização do segundo treino livre, alguns ataques de drone estavam ocorrendo próximos ao autódromo.

A atividade foi realizada normalmente, portanto quando a pista foi liberada, a temperatura estava na casa dos 24°C, com 22°C no ambiente. Com os boxes liberados, dezoito dos vinte pilotos seguiram para o circuito, enquanto a dupla da Red Bull aguardou os primeiros tempos serem estabelecidos.

Charles Leclerc assumiu a liderança, anotando 1m30s216, enquanto Carlos Sainz ocupava a segunda posição com 1m31s382. Apenas Alonso, Schumacher, Albon e Hülkenberg estavam usando os pneus duros.

Após dez minutos de atividade, Alonso era o piloto que tinha a melhor marca com os compostos mais duros, anotando 1m31s507 para ocupar a quinta posição. Com dez minutos de atividade os dez primeiros eram: Leclerc, Sainz, Verstappen, Tsunoda, Bottas, Alonso, Norris, Russell, Tsunoda, Gasly e Hamilton. Magnussen retornou ao circuito, após o seu carro passar por reparos.

Os carros seguiam apresentado aqueles pulos, já que o porpoising não fora resolvido. Nos trechos mais rápidos do circuito ficava evidente os solavancos em cada um dos carros, além disso, vários pilotos estavam reclamando nos rádios.

Depois de 20 minutos de atividade, os times começaram a instalar os pneus macios, Norris, Russell, Stroll, Albon e Hülkenberg foram os primeiros pilotos a lidar com esse tipo de compostos na pista.

Russell que ocupava a décima primeira posição, saltou para o oitavo lugar depois de anotar 1m31s408 com os pneus macios. Leclerc deu continuidade ao seu trabalho com voltas rápidas, desta forma registrou 1m30s074, para ocupar o primeiro lugar. Apenas quando a primeira meia hora da sessão foi finalizada Verstappen partiu para o circuito.

Neste instante os dez primeiros eram: Leclerc, Verstappen, Sainz, Pérez, Russell, Norris, Bottas, Tsunoda, Alonso e Ocon.

O Virtual Safety Car foi ativado momentaneamente com 26 minutos restantes para o encerramento da atividade. Kevin Magnussen foi autorizado a completar mais uma volta rápida, mas o seu carro soltou um pouco de fumaça na parte traseira do carro e pouco depois precisou abandonar o carro em uma área de escape.

Com a sessão se aproximando do final, Sainz e Leclerc tocaram no muro de contenção, mas o monegasco informou pelo rádio que o seu carro estava quebrado, portanto retornou as boxes lentamente. A atividade para Leclerc foi encerrada pela necessidade de reparos nos carros. Nesta atividade foi possível observar vários pilotos cometendo erros ou lidando com batidas no muro de contenção.

Os pilotos passaram pelo boxes ao encerrar a sua sequência de voltas rápidas. Os carros foram reabastecidos e começaram a verificar a durabilidade dos pneus com o início das voltas em modo de simulação de corrida.

Com o cronômetro zerado, o carro de Tsunoda apresentou um problema. O japonês conduziu o carro para uma área de escape, sem conseguir retornar para os boxes.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados