ColunistaNascarPost

Mesmo com problemas elétricos, Kyle Larson conquista a vitória em Charlotte

Em prova com drama e polêmica, a definição dos classificados ficou quase para o fim da prova, com Kevin Harvick, Christopher Bell, William Byron e Alex Bowman eliminados

Foi uma corrida difícil para Kyle Larson, mas o final foi feliz (Brian Lawdermilk/Getty Images)

A definição dos classificados do Round of 12 da NASCAR Cup Series trouxe uma série de dramas para muitos dos participantes, até mesmo aqueles que não pareciam tão ameaçados no começo da disputa. Um dos casos foi o de Kyle Larson. que superou um problema no sistema elétrico e chegou a figurar fora da zona de classificação, mas reagiu e garantiu mais uma vitória na temporada, vencendo a etapa do Roval de Charlotte, espantando qualquer risco.

A corrida de Larson chegou a se complicar no começo, quando o seu carro passou a ter problemas elétricos. Os mecânicos aproveitaram os períodos em bandeira amarela e chegaram a trocar a bateria e o alternador do Chevrolet Camaro número 5 em tempo recorde para mantê-lo vivo na disputa.

Larson esteve nas últimas posições, e, com a combinação de resultados, chegou a figurar momentaneamente na zona de eliminação, mas o líder da temporada regular reagiu com uma boa estratégia e boas relargadas, assumindo a ponta na parte final e garantindo sua sétima vitória no ano e ratificando a vaga na próxima fase dos playoffs.

A corrida foi dramática também para outros postulantes ao título, com muitos que ficavam em situação de risco para avançar entre os oito semifinalistas. O maior destaque foi para o embate entre Chase Elliott e Kevin Harvick, na qual o piloto da Stewart-Haas levou a pior e dando adeus ao sonho do título, junto com Christopher Bell, Alex Bowman e William Byron.

A disputa mais quente trazia um acerto de contas dos incidentes na prova de Bristol. Já em Charlotte, a treta ocorreu no começo do terceiro estágio, quando Harvick tocou Elliott por trás e este acertou o muro. O piloto da Hendrick ainda rodou na sequência após se enroscar com outro carro da Stewart-Haas, de Cole Custer.

Com um trabalho árduo dos boxes, Elliott conseguiu voltar à prova e conseguiu manter o ritmo competitivo, mesmo com a parte traseira do seu carro bem danificada para se manter com a pontuação suficiente para avançar. Faltando 30 voltas para o fim, algumas partes de fibra de carbono se soltaram do bólido do atual campeão da Cup Series e forçou mais uma bandeira amarela.

A corrida recomeçou e Elliott conseguiu galgar posições, até se aproximar de Harvick, que estava numa posição intermediária faltando 10 voltas para o fim, mas uma eventual revanche não chegou a acontecer, pois o piloto da Stewart-Haas cometeu um erro na freada da primeira curva e bateu sozinho, dando adeus às suas chances de ganhar o segundo título da NASCAR.

Outros dois eliminados foram Christopher Bell (que teve uma punição no começo da prova e não conseguiu se recuperar para brigar pela ponta) e Alex Bowman (que, assim como Larson, teve problemas elétricos, mas não conseguiu avançar como seu companheiro de equipe). Os até se recuperaram e chegaram dentro do top-10, mas precisavam da vitória para passar de fase.

A última vaga dependia do desempenho de William Byron. O piloto da Hendrick precisava apenas da vitória para avançar de fase e o jovem corredor vinha fazendo uma grande prova, liderando o maior número de voltas e dominando a parte final.

Mas o sonho começou a ruir com a bandeira amarela causada pela peça solta de Elliott. Byron perdeu algumas posições nos boxes, mas vinha se recuperando, até que levou um toque de Tyler Reddick e saiu da pista, perdendo várias posições.

Com as bandeiras amarelas surgindo, Byron ainda conseguiu se recuperar e, nas voltas finais, voltou ao terceiro posto, mas o piloto da Hendrick forçou demais tentando se aproximar de Larson e de Reddick e bateu faltando duas voltas para o fim, dando adeus às chances de classificação.

Assim, os oito classificados foram: Kyle Larson, Denny Hamlin, Joey Logano, Chase Elliott, Kyle Busch, Ryan Blaney, Martin Truex Jr e Brad Keselowski.

A próxima etapa da NASCAR Cup Series, que inicia o chamado Round of 8 (as semifinais dos playoffs) será no circuito oval do Texas no próximo domingo.

Classificação da etapa de Charlotte Roval:

1 – Kyle Larson (Hendrick/Chevrolet)
2 – Tyler Reddick (Richard Childress/Chevrolet)
3 – Chris Buescher (Roush-Fenway/Ford)
4 – Kyle Busch (Joe Gibbs/Toyota)
5 – Denny Hamlin (Joe Gibbs/Toyota)
6 – Matt DiBenedetto (Wood Brothers/Ford)
7 – Joey Logano (Penske/Ford)
8 – Christopher Bell (Joe Gibbs/Toyota)
9 – Ryan Blaney (Penske/Ford)
10 – Alex Bowman (Hendrick/Chevrolet)

11 – William Byron (Hendrick/Chevrolet)
12 – Chase Elliott (Hendric/Chevrolet)
20 – Brad Keselowski (Penske/Ford)
29 – Martin Truex Jr (Joe Gibbs/Toyota)
33 – Kevin Harvick (Stewart-Haas/Ford) – acidente

Pilotos eliminados: Kevin Harvick, Christopher Bell, William Byron e Alex Bowman

Classificação dos playoffs para o Round of 8:

Kyle Larson 4065 (+42)
Denny Hamlin 4030 (+7)
Martin Truex Jr 4029 (+6)
Ryan Blaney 4024 (+1)

Kyle Busch 4023 (-1)
Chase Elliott 4022 (-2)
Joey Logano 4013 (-11)
Brad Keselowski 4008 (-16)

 

Mostrar mais

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados