ColunistaDestaquesPostW Series

Jamie Chadwick disputará a 3ª temporada da W Series com a equipe Jenner Racing

Pelo segundo ano, Chadwick disputará a W Series, enquanto planeja os próximos passos da carreira no automobilismo

A W Series permitirá pelo terceiro ano seguido que Jamie Chadwick participe da categoria. A pilota é bicampeã da categoria, mas terá a oportunidade de defender o título por uma segunda vez.

A temporada 2022 foi muito acirrada, Chadwick e Alice Powell disputaram diretamente pela conquista do campeonato. Powell começou a temporada vencendo, mas logo Chadwick mostrou o seu brilhantismo na pista, provando no segundo ano da W Series que poderia defender o título.

O talento da pilota foi notado pela Williams, onde ela conseguiu a vaga de pilota de desenvolvimento.  Jamie também participou da Extreme E, ainda que em uma breve apresentação com a Veloce Racing.

Após a conquista do bicampeonato, estávamos aguardando notícias sobre o futuro da britânica, mas por conta de vagas na base extremamente concorridas, Jamie ficará por mais um ano na W Series. A pilota conta com 15 pontos na superlicença, eles foram adquiridos após vencer a última temporada do campeonato feminino, quando ele passou a contemplar as pilotas com a pontuação.

Jamie defenderá a Jenner Racing, equipe que chegou recentemente na W Series. A pilota vai trabalhar ao lado de Caitlyn Jenner, que conduzirá o time como chefe de equipe.

LEIA MAIS: W Series confirma a equipe de Caitlyn Jenner para a temporada 2022

Mesmo que Jamie possa usar a categoria para adquirir mais experiência, Chadwick não poderá obter pontos da superlicença vencendo ou não o campeonato neste ano. O mais correto seria a pilota disputar outro campeonato, mas sabemos da dificuldade que é para conseguir uma vaga nas outras categorias de base.

“Jamie é um talento excepcional que ajudou a elevar o nível da W Series e inspirar a próxima geração de pilotas com sua performance na pista, que a fizeram se tornar uma bicampeã. E fora das pistas onde ela conduziu nossa missão de forma apaixonada. Estamos muito satisfeitos por ela ter decidido defender seu título e mal posso esperar para vê-la correr em oito circuitos icônicos do calendário da Fórmula 1 para a equipe Jenner Racing”, disse Catherine Bond Muir sobre a permanência de Jamie na W Series.

“Estou muito animada para voltar à W Series para defender meu título. Ser convidado pela Jenner Racing para retornar foi uma oportunidade na qual não pensei duas vezes. Juntos, estamos focados em fazer tudo o que pudermos para conquistar o terceiro título. Falei com Caitlyn Jenner e sua visão para a equipe é incrível. Não tenho dúvidas de que ela será capaz de ajudar a elevar minha carreira para o próximo nível e abrir portas para mim internacionalmente”, disse Chadwick.

“Este é um grande ano de desenvolvimento para mim. Tenho planos de executar um programa de corrida de apoio e não escondo meu desejo de competir na F3 e na F2. Mas o tempo é tudo e a oportunidade que a W Series me dá de obter uma experiência mais em circuitos mundiais é um passo fundamental na minha jornada para competir na F1. Gostaria de agradecer à W Series por seu apoio contínuo e estou ansiosa para começar a terceira temporada em Miami”, seguiu a pilota. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados