ColunistaDestaquesFórmula 1Post

Há quem pediu e Zandvoort volta em 2020

A Fórmula 1 anunciou nesta terça-feira (14) a volta do GP da Holanda ao calendário de 2020, Zandvoort voltará a receber a categoria depois de mais de três décadas de ausência.

A volta do GP da Holanda é marcada pela crescente popularidade de Max Verstappen nos autódromos da Europa, como Espanha, Bélgica e Áustria.

Chase Carey, chefe da Liberty Media, celebrou a volta de Zandvoort ao calendário e enfatizou a vontade do grupo levar a Fórmula 1 para outros países.

“No início do nosso mandato na Fórmula 1, dissemos que queríamos corridas em novos lugares, mas respeitando as raízes históricas deste esporte na Europa”

A parte ruim é que alguns contratos vão expirar em 2019 e está prova deve entrar no lugar de Barcelona. Silverstone, Hockenheim, Monza e México também tem os contratos finalizados nesta temporada.

Lewis Hamilton já correu em Zandvoort, nos tempos de F3 Europeia e o circuito era difícil de ultrapassar. Valtteri Bottas e Romain Grosjean são mais alguns nomes, que já conhecem este traçado e gostam da combinação de curvas técnicas e traçado rápido.

O autódromo vai passar por algumas reformas, até se adequar as especificações atuais, pois ainda não se encontra nos padrões estipulados pela FIA.

O piloto que venceu por muito pouco

O início de uma Era, a Era Cosworth

 

Subscribe to
BPCast

Or subscribe with your favorite app by using the address below


Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo