Post

GP da Rússia – Bottas repete a dose de 2017 e amplia a distância para Verstappen em luta pelo vice-campeonato

Hamilton teve uma corrida complicada, foi investigado e punido com a prova em andamento, Bottas aproveitou a oportunidade para repetir a primeira vitória

Ficou difícil para Lewis Hamilton igualar ao número de vitória de Michael Schumacher, o inglês foi punido após o início da corrida pois havia treinado a largada por duas vezes em local proibido. Durante a parada nos boxes, Hamilton cumpriu a punição, perdeu algumas posições, mas ainda conseguiu terminar a corrida no pódio, conquistando a terceira posição, assim que todos os seus adversários realizaram as paradas.

Desta forma vimos Valtteri Bottas conquistar a sua nona vitória da carreira e a segunda da temporada 2020, além de repetir a dose da sua primeira vitória que foi conquistada em Sochi em 2017. O finlandês teve uma boa reação na largada, aproveitou o desempenho ruim de Max Verstappen (que estava largando do lado sujo da pista) e foi controlando a segunda posição até assumir a liderança quando Hamilton parou. Bottas se mostra veloz durante os treinos livres, mas Hamilton segue em ótima performance durante as decisões. O finlandês aproveitou a oportunide para manter a Mercedes na liderança.

E mais uma vez vimos o domínio da Mercedes na pista russa, pois com esta vitória de Bottas, desde que a pista entrou no calendário da F1, todas as vitórias foram do time alemão.

É fato, sem a punição de Hamilton, Verstappen teria terminado na terceira posição, mas mediante aos dez segundos que o inglês precisou cumprir de punição, o holandês realizou uma boa corrida, administrou a segunda posição e não foi ameaçado por Hamilton.

Racing Point x McLaren

Ainda vale ressaltar a corrida de Sergio Pérez, o piloto da Racing Point não recebeu as atualizações para esta corrida, mas foi melhor que o companheiro de equipe durante o fim de semana. O mexicano cruzou a linha de chegada na quarta posição, conseguindo pontos importantes e auxiliando o time a se aproximar mais da McLaren – a diferença agora é de apenas dois pontos.

Vejam como as coisas são, Lance Stroll que havia recebido as atualizações para o GP da Rússia, após a batida no GP da Toscana não completou a prova, pois Charles Leclerc acabou tocando com o piloto da Racing Point no início da corrida.

Enquanto isso, Lando Norris que também recebeu atualizações teve um início de corrida bem complicado e caiu para a última posição, desta forma o piloto precisou realizar uma corrida de recuperação, visando encontrar o melhor desempenho para o time que estava com apenas um carro em pista, mas terminou apenas em décimo quinto. Carlos Sainz bateu no muro de contenção após a largada e fez o time perder pontos valiosos com o erro cometido.

Segue o pelotão

E com isso tivemos a oportunidade de ver a Renault desfrutando de um bom desempenho, Daniel Ricciardo conseguiu a quinta posição, enquanto Esteban Ocon foi o sétimo colocado. Os pilotos do time francês duelaram entre eles, mas ainda vale lembrar que Ocon teve mais dificuldade em realizar ultrapassagens à medida que a prova foi acontecendo.

Charles Leclerc largou da décima primeira posição e terminou em sexto, foi um bom resultado para a Ferrari. O monegasco teve uma boa estratégia de paradas e foi evoluindo durante a prova, terminando entre a dupla da Renault.

Outra equipe que merece destaque é a AlphaTauri, conseguiram pontuar com os dois pilotos. O time trabalhou com estratégias diferente para eles, Daniil Kvyat largou com os pneus duros, permaneceu mais tempo na pista e foi galgando posições para terminar em oitavo. Pierre Gasly conseguiu o nono lugar, realizou duas paradas e pode fazer frente na disputa contra Albon e Norris para conseguir a posição.

O tailandês da Red Bull começou a prova na décima quinta posição após ser punido com a troca de câmbio. Com a entrada do Safety Car na primeira volta, Albon foi para os boxes e trocou os pneus macios pelos duros, foi até a volta 27 com eles e depois passou a utilizar os médios, desta forma teve chances para trabalhar as ultrapassagens e estabelecer a distância para Antonio Giovinazzi, garantindo a posição.

Para a Red Bull o segundo lugar de Max não foi nada ruim, eles tiveram um início de fim de semana complicado, com um carro que aparentava pouco ritmo e foi exatamente isso que Albon abordou com o encerramento da prova, a falta de ritmo em seu carro.

Sochi é uma rodada isolada neste calendário e agora temos mais uma pausa de quinze dias até o GP Eifel que será disputado no dia 11 de outubro em Nürburgring.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados