ColunistaPostStock Car

Gabriel Casagrande começa temporada da Stock Car com vitória

Gabriel Casagrande venceu a primeira Corrida de Duplas disputada como abertura da temporada 2022 da Stock Car

A Corrida de Duplas foi disputada neste domingo (13) em Interlagos como abertura do campeonato 2022 da Stock Car. Gabriel Casagrande dominou a Corrida 1, o piloto que obteve a pole no sábado, foi ameaçado por Camilo apenas na largada, para logo depois dominar a corrida, sem ser ameaçado.

Thiago Camilo cruzou a linha de chegada na segunda posição, ele até tentou buscar Casagrande, mas o adversário estava com um carro muito superior. Ainda vale dizer que os carros da Ipiranga apresentam um desgaste maior nos pneus traseiros. Daniel Serra completou o pódio com o carro da Eurofarma, não deixando Marcos Gomes realizar a ultrapassagem. Ricardo Zonta foi quinto colocado, fechando o top-5.

Saiba como foi a Corrida 1

Seguindo as regras do evento, a primeira bateria é disputada pelos pilotos titulares, enquanto os pilotos convidados vão disputar a segunda prova. São duas largadas em movimento, além disso, nas duas corridas era necessário realizar um pit-stop dentro da janela obrigatória. Em cada uma das baterias os pilotos precisavam fazer ao menos uma troca de pneus.

O grid para a largada sofreu algumas alterações após a classificação: Felipe Lapenna foi punido depois de se classificar na 2ª posição, após uma vistoria no carro, encontraram algumas irregularidades, como a grade dianteira e o assoalho, o piloto da Hot Car foi punido, começando a prova da penúltima posição. Guilherme Salas que conquistou o 4º lugar também foi desclassificado, desta forma caiu para a última posição.

Com as punições, Gabriel Casagrande e Thiago Camilo dividiram a primeira fila, enquanto Galid Osman e Julio Campos estavam logo atrás. Camilo dividiu a primeira curva com Casagrande, mas o dono do carro #83 se manteve na ponta. Alguns pilotos espalharam na largada, algo comum que acontece muito pelo formato do “S” do Senna. Campos superou Osman, assumindo o terceiro lugar.

Serra estava na quinta posição, buscando Osman. No segundo giro foi possível ver Felipe Baptista e Bruno Baptista se tocarem, os dois pilotos rodaram após a primeira curva. Rubens Barrichello abandonou a corrida, assim como Sergio Jimenez. Tuca Antoniazi também apresentava problemas, mas no seu caso era na suspensão e seguiu para os boxes para passar por reparos.

Pedro Cardoso tocou em Denis Navarro, fazendo o piloto da Caveleiro Sports rodar e cair para o final do pelotão. O início da prova foi bem caótico, com vários toques ocorrendo, principalmente por conta da proximidade dos pilotos.

Gustavo Frigotto era mostrado com a traseira balançando, depois de travar uma disputa com Cacá Bueno. No quinto giro, os dez primeiros eram: Casagrande, Camilo, Campos, Osman, Serra, Di Mauro, Gomes, Massa, Zonta e Maurício.

Foi na sexta volta que a disputa de Campos e Osman ficou ainda mais intensa, o piloto da Shell estava buscando o terceiro lugar. Petecof que estava fazendo a sua estreia na Stock Car, perdeu a traseira do carro e rodou na curva 1 durante a abertura da sexta volta.

Os pilotos seguiam acionando os botões de ultrapassagem para trabalhar com a potência extra. Lapenna que estava fazendo uma corrida de recuperação era o décimo nono colocado antes da janela de abertura dos boxes.

As paradas começaram cedo, ainda na sétima volta, todos os pilotos foram obrigados a fazer uma parada, trocar ao menos um pneu e retornar para a pista. Casagrande não queria perder tempo, portanto foi logo para os boxes, aproveitando que a movimentação no pit ainda não estava intensa. Camilo assumiu a liderança.

Osman que era um dos líderes da prova, perdeu o carro enquanto disputada diretamente com Daniel Serra. O dono do carro #28 perdeu a traseira do carro na curva do lago. Enquanto o grid ainda concluía as suas paradas Casagrande encarava uma pista livre, podendo acionar os botões de ultrapassagem para abrir distância para o segundo colocado.

Camilo conseguiu retornar na segunda posição, mas estava separado por mais de 4 segundos do líder. Depois que todas as paradas foram concluídas os dez primeiros eram: Casagrande, Camilo, Serra, Gome, Campos, Zonta, Di Mauro, Maurício, Suzuki e Massa.

Barrichello retornou para a pista, mesmo não disputando mais as posições, o piloto estava fazendo uma avaliação do carro, antes de passá-lo ao filho. Osman estava brigando com Massa pela décima posição, buscando a pole para a próxima prova. O dono do carro #28 fez a ultrapassagem em Massa, obtendo o décimo lugar pouco depois.

Próximo do encerramento da prova, Gomes que estava próximo de Senna, seguia na luta pelo pódio. Outra disputa era pelo quinto lugar, travada entre Campos, Di Mauro e Zonta. Ao encerrar o décimo sexto giro, com o botão de ultrapassagem acionado, Zonta fez a ultrapassagem nos pilotos da Lubrax e KTF.

Massa também enfrentou um problema no câmbio, assim como outros carros do grid, desta forma ele encostou o carro e aguardou a finalização da prova. A prova foi marcada por vários problemas, inclusive Ricardo Maurício foi mais um piloto a abandonar a prova.

Casagrande venceu a primeira corrida em Interlagos, mostrando uma grande performance, confirmando o motivo para ser o atual campeão da categoria.

Resultado da Corrida 1 da Stock Car em Interlagos – Imagem Reprodução
Resultado da Corrida 1 da Stock Car em Interlagos – Imagem Reprodução

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados