ColunistaFórmula 1

FP1 Itália – Em casa da Ferrari a Mercedes acabou dominando a primeira sessão

O domínio neste primeiro treino livre para o Grande Prêmio da Itália, ficou nas mãos das Mercedes. Hamilton o então vice líder do campeonato, foi o que mais permaneceu na liderança da sessão e marcou 1:21:537, mas Bottas também conseguiu conduzir algumas voltas rápidas e mostrou mais um vez um domínio das flechas de prata em um circuito veloz como Monza.

Sebastian Vettel ficou a mais de um segundo de Hamilton, mas mesmo assim se sustentou no terceiro lugar. A Ferrari não ofereceu a atualização prevista para o motor para esta prova, o que poderia aproximar os carros da escuderia dos rivais e talvez uma vitória dentro da própria casa. Aliás a Ferrari está comemorando neste final de semana os seus 70 anos. Kimi Raikkonen ficou com o quarto lugar, logo em seguida vinha a dupla da Red Bull com Ricciardo e Max Verstappen. A Force India com um bom rendimento acabou aparecendo em sétimo com Pérez e Ocon em oitavo, Vandoorne da McLaren era o nono e Felipe Massa vinha para completar o top-10.

lll Saiba como foi o FP1

https://twitter.com/F1/status/903528489806127104

A sexta-feira de treinos para o Grande Prêmio da Itália, começou com tempo fechado e com possibilidade de chuva para o decorrer da sessão. Vimos também três pilotos sairem com o Halo, para alguns testes, foram eles Pascal Wehrlein da Sauber, Fernando Alonso da McLaren e Carlos Sainz da Toro Rosso e o aniversariante do dia.

https://twitter.com/McLarenF1/status/903523629295685632

Antonio Giovinazzi que treinaria com o Haas hoje (01), na primeira sessão, acabou não assumindo o carro da equipe. Por conta da previsão de chuva e a Haas tinha a intenção de fornecer mais quilometragem para o piloto, portanto o italiano acabou ficando de fora. Ontem no desfile de pilotos ele acabou sendo aclamado pela torcida de Maranello.

Daniel Ricciardo seguido por Bottas e Ericsson deixaram os boxes assim que a pista foi liberada e estavam de pneus médios. Felipe Massa era o primeiro a registrar tempo (1:27:666) com os pneus supermacios e Stroll passava em segundo com 1:27:877. Pouco tempo depois Stoll conseguia melhorar e tinha 1:27:554.

https://twitter.com/F1/status/903529995800326144

Com um pouco mais de 10 minutos de sessão Hamilton assumia a ponta com 1:23:964 e pulverizava o tempo obtido pelos carros da Williams. Pérez vinha para assumir o segundo lugar com a Force India e marcava 1:23:964.

Enquanto Hamilton seguia melhorando o seu tempo e já tinha 1:22:861, seu companheiro de equipe com os mesmos compostos tomava a segunda posição que até então era de Sergio Pérez com 1:24:340.

https://twitter.com/F1/status/903531440385781760

Com quase meia hora de sessão já realizada, Bottas assumia a ponta com 1:22:523 e Vettel era o quarto colocado com 1:24:396, mas usava os compostos macios. Sebastian Vettel veio com uma novidade para a casa da Ferrari, mudou o layout do seu capacete e ao invés de carregar as corres da bandeira de seu país, colocou a cor da bandeira da Itália, verde, branco e vermelho. A escuderia de Maranello está comemorando os seus 70 anos.

Bottas se mantinha a ponta e conseguia marcar 1:22:086 com um pneu de 11 voltas, seguido por Hamilton e Vettel com 1:23:232, Pérez, Ricciardo, Raikkonen, Verstappen, Ocon, Massa e Kvyat completavam o top-10 do primeiro terço da sessão. O mexicano era o primeiro a reportar sobre as primeiras gostas de chuva no circuito e Massa e Romain Grosjean consolidavam a afirmação.

A pista tinha pontos com chuva, mas o sol também estava presente em algumas áreas. A quantidade de carros diminuía na pista e os pneus da primeira parte da sessão eram devolvidos para a Pirelli. A chuva acabou chegando quando restavam pouco mais de 50 minutos para o termino do primeiro treino livre. Bottas aproveitava para começar o segundo stint e dessa vez com pneus supermacios, seguido pelo seu companheiro de equipe.

Na segunda volta que o inglês dava na pista com os novos compostos, passava a assumir a ponta melhorando o seu tempo para 1:21:868 e logo em seguida Bottas conseguia atingir 1:22:060 mas não era suficiente para bater o companheiro de equipe.

Os carros da Force India permaneciam mantendo o ritmo do primeiro stint, com Pérez em quarto e Ocon saltando de oitavo para quinto, já que Vettel se mantinha entre a dupla de flechas de prata e as panteras cor-de-rosa. Verstappen pouco tempo depois conseguia deixar o oitavo lugar e assumia a quarta posição.

A chuva ficou apenas na ameaça e os minutos finais da sessão foram dedicados a simulação de corrida. Raikkonen passava a assumir o quarto lugar nos 30 minutos finais da sessão e Ricciardo se tornava quinto. Vandoorne aparecia em nono e Fernando Alonso era o décimo quinto.

https://twitter.com/F1/status/903546911424172032

A chuva que só ameaçava, acabou chegando nos quinze minutos finais da sessão, alguns pilotos até arriscaram dar umas voltas na chuva, mas não

https://twitter.com/F1/status/903551422351990785

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo