ColunistaFórmula 1Post

Ferrari deve definir o destino dos pilotos da base nas próximas semanas

A Ferrari não deve esperar até a definição do campeonato da Fórmula 2, para tomar a decisão sobre o futuro dos pilotos da base

A Ferrari tem três potências pilotos na base que podem chegar até a Fórmula 1 na próxima temporada, Mick Schumacher é o atual líder da Fórmula 2, acompanhado por Callum Ilott, já Robert Shwartzman é o quinto colocado, após um bom início de temporada, no entando a categoria não tem vaga para todos.

A temporada da F2 está quase no final, os pilotos vão enfrentar dois eventos no Bahrein para o encerramento da temporada e decisão deste campeonato movimentado. Mattia Binotto quer definir quem vai subir para a F2 antes do final da temporada da base.

“Não acho que vamos esperar a corrida final no Bahrein ou em Abu Dhabi. Acho que é algo para decidiremos nas próximas semanas”, disse Binotto.

Robert Shwartzman, Callum Ilott e Mick Schumacher – Foto: reprodução F2

O que se esperava da Ferrari era a manobra de colocar um dos pilotos na Alfa Romeo e negociar uma vaga com a Haas, mas o time de Maranello optou por manter Antonio Giovinazzi e a Alfa optou pela permanência de Kimi Raikkonen para o próximo ano. A Haas já confirmou a saída de Kevin Magnussen e Romain Grosjean, mas ainda não definiu se vai trabalhar com uma dupla jovem para a próxima temporada, pois ainda estão medindo os prós e os contras.

Steiner apontou a falta de conhecimento técnico como um problema, mas a oportunidade de moldar os pilotos e aproveitá-los para o crescimento junto ao time pode culminar em uma boa aposta.

“Eu acho que obviamente há riscos com dois novatos, eles precisam descobrir entre eles o que está acontecendo, e há o risco de que isso dê errado. Mas existem meios técnicos que podemos usar para ajudá-los. Mas os prós são: você pode colocá-los na direção que deseja, e então eles crescem com a equipe”, disse Guenther Steiner, chefe de equipe da Haas.

Robert Shwartzman – Foto: reprodução F2

Após o encerramento da temporada, os pilotos novatos vão ter a oportunidade de treinar em Abu Dhabi, e estes meninos que fazem parte da Academia Ferrari esperam a sua chance para guiar os carros neste momento.

“Como dissemos, não há lugar para todos eles, acho que todos estão indo bem no F2 no momento, se considerarmos Mick, Callum e Robert,” disse Binotto.

“Eles têm uma temporada pela frente, estão todos focados na próxima corrida no Bahrein, estão lutando pelo campeonato, o que é muito importante para eles.”

“Mas vamos tomar a nossa própria decisão e a decisão será feita sobre como eles estão se saindo até agora, como eles se desenvolveram e sobre seu potencial”, completou Binotto.

“Nosso objetivo não é trazê-los para a F1, é trazê-los um dia para a Scuderia Ferrari e qualquer que seja o caminho para alcançá-lo, isso é menos importante.”

“Haverá um daqueles pilotos que terá assento na F1 no próximo ano, os outros terão oportunidades e cabe a nós organizar e dar oportunidade a todos”, concluiu o chefe da Ferrari.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo