ColunistaFórmula 2Post

F2: Jüri Vips administra a liderança na classificação para estabelecer a pole em Ímola

Superando a chuva e todas as adversidades em pista, Vips conquistou a pole para a corrida do domingo. Iwasa obteve a segunda posição

As sessões que deveriam ser realizadas pela manhã desta sexta-feira (22) foram prejudicadas pela chuva, portanto a direção de prova alterou os horários para cumpri o cronograma.  A classificação da Fórmula 2, foi realizada depois que o quali da F1 foi encerraro. Jüri Vips conquistou a pole para a prova do domingo, depois de anotar 1m40s221.

O piloto da Hitech Grand Prix conseguiu permanecer na liderança, por quase toda a atividade, mesmo com os tempos evoluindo ao longo da sessão. O segundo lugar foi uma posição mais disputada, mas ao final da atividade sobrou para Ayumu Iwasa, que registrou 1m40s378 – o piloto japonês já tinha mostrado em outras provas que era bem rápido. Jack Doohan também aproveitou a oportunidade para superar Ralph Boschung.

O Top-10 ainda contou com Dennis Häuger, Roy Nissany, Théo Pourchaire, Jehan Daruvala, Marcos Armstrong e Logan Sargeant. Os pilotos brasileiros apareceram entre os dez primeiros e estavam virando boas voltas rápidas, mas nos últimos minutos da sessão, não conseguiram mais superar os seus adversários.

Felipe Drugovich ficou com a 12ª posição, enquanto Enzo Fittipaldi era o 15º colocado.

O dez primeiros colocados vão inverter as posições para a Sprint, que será disputada neste sábado (22).

Saiba como foi a Classificação da F2

A classificação da F2, dependeu do encerramento da sessão realizada pela F1. A chuva voltou ao circuito de Ímola, molhando mais uma vez o traçado. A atividade teve o seu horário alterado por conta da chuva que aconteceu pela manhã e prejudicou a realização de todas as outras atividades das categorias de base. A classificação da F1 também não foi uma sessão fácil, durando além do esperado.

Quando a pista foi liberada para que os pilotos completassem as suas voltas em período de 30 minutos, os comperidores não perderam tempo para ocupar a pista, pois tinham receio de uma bandeira vermelha e que mais chuva caísse no circuito. Todos os pilotos estavam com os pneus de chuva instalados.

Clement Novalák, companheiro de Felipe Drugovich na MP Motorsport, estava à frente do brasileiro. Os tempos foram evoluindo a cada volta.

Olli Caldwell provocou uma bandeira vermelha quando restavam 22 minutos para o encerramento da sessão de 30 minutos. O piloto da Campos perdeu o controle do carro e foi parar na brita. Neste momento, os dez primeiros eram: Vips, Hughes, Boschung, Drugovich, Lawson, Nissany, Novalak, Caldwell, Armstrong e Sato. Os pilotos da MP Motorsport duelaram pela primeira posição, mas foram superados antes da atividade ser interrompida.

Com a retomada da atividade, novamente os pilotos não perderam tempo para ocupar a pista. Vips tinha 1m41s599, portanto era o tempo referência e que deveria ser batido pelos outros competidores. O piloto da Hitch Grand Prix ainda foi visto rodando na pista, mas conseguiu voltar para o traçado regular e dar seguimento a classificação. Sato foi outro piloto que também cometeu um erro.

Liam Lawson que era o 5º colocado, saltou para a 3ª posição registrando 1m41s929, atrás apenas de Hughes. Drugovich que era o quarto colocado foi surpreendido por Enzo Fittipaldi que cravou 1m41s801, contra 1m42s007 do piloto da MP Motorsport.

Quando restavam 10 minutos para o encerramento da sessão, os dez primeiros eram: Vips, Hughs, Lawson, Fittipaldi, Drugovich, Beckmann, Iwasa, Nissany, Boschung e Novalak.

Vips permaneceu na liderança depois de melhorar o seu tempo para 1m40s221. Os pilotos conseguiram melhorar os seus tempos nos últimos cinco minutos de atividade. Boschung era o segundo colocado com 1m40s496, seguido por Nissany que registrou 1m40s621.

Iwasa surpreendeu ao saltar para a segunda posição com 1m40s378, acompanhado por Doohan que era o terceiro colocado. Sato era mostrado extravasando os limites de pista.

Fittipaldi foi despencando no grid à medida que outros pilotos completavam as suas voltas rápidas. O piloto brasileiro da Charouz conseguiu apenas o décimo quinto tempo com 1m41s235.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados