ColunistaFórmula 2Post

Drugovich fecha fim de semana perfeito com vitória na corrida principal em Jeddah

Após largar da pole, Drugovich evitou os ataques de Verschoor, estabeleceu uma distância sólida para vencer prova principal

Diferente do que vimos nos últimos dias em Jeddah, a prova principal da Fórmula 2 realizada neste domingo (27) foi tranquila, não tivemos nenhuma atuação do Safety Car ou necessidade de uma paralisação por bandeira vermelha.

Felipe Drugovich venceu a prova, obtendo o seu segundo pódio do fim de semana. O brasileiro largou da pole, mas precisou lidar com as investidas de Richard Verschoor principalmente no começo da prova. Conforme a corrida foi avançando, Drugo conseguiu estabelecer uma distância para o adversário, portanto eles só foram se aproximar e se enfrentar mais uma vez no momento que as paradas começaram.

No final da prova, Drugovich precisou aguardar com um pouco de calma a parada dos pilotos que estavam em uma estratégia de realizar um stint mais longo. Drugo voltou a assumir a liderança da corrida, mas já tinha deixado Verschoor para trás.

Foi realmente o fim de semana perfeito do brasileiro, lá na sexta-feira Drugo liderou o treino livre e conquistou a pole. No sábado o piloto escalou o grid da décima posição, para fechar a prova em 4º lugar, mas conseguir obter o pódio após a desclassificação de Hughes. O brasileiro fechou o domingo com vitória. A MP Motorsport e o piloto trabalharam muito bem.

Jehan Daruvala completou o pódio, a estratégia da Prema foi efetiva, assim como os duelos que o piloto da Prema travou na pista. Daruvala saltou da décima quarta posição para o terceiro lugar.

Saiba como foi a corrida principal da Fórmula 2

A Fórmula 2 disputou a prova principal antes da corrida da Fórmula 1. Felipe Drugovich largou da pole depois de ter conquista a primeira posição na sexta-feira.

Felipe Drugovich apostou nos pneus macios para a largada, assim como grande parte dos seus adversários. A direção de prova abortou a largada, portanto os pilotos precisaram completar mais uma volta antes da corrida ter início.

Drugovich manteve a ponta, cruzando a pista para evitar um ataque de Verschoor, Armstrong se manteve na terceira posição, enquanto a disputa real ficava concentrada na metade e parte final do pelotão, com mais trocas de posição. Pourchaire era um destaque na largada, pois ganhou quatro posições.

Na segunda volta, Lawson ultrapassou Armstrong, assumindo assim a terceira posição. Iwasa duelava com Buschung pela quinta posição, o piloto da Campos espalhou e ao retornar para a pista quase acertou o piloto da Dams.

Durante a terceira volta, Drugovich tentava construir um pouco de distância para Verschoor, para evitar os ataques do adversário pelo acionamento do DRS. Iwasa se aproveitava do uso do DRS para atacar Boschung, ainda buscando a quinta posição. O lance entre eles onde Buschung ultrapassou usando a parte de fora da pista, passou a ser investigado pela direção de prova. Buschung fez o mesmo com Vips, cortando o caminho para defender a sexta posição.

No quinto giro Drugovich foi atacado por Verschoor, que tinha reduzido a distância. Neste momento da prova os dez primeiros eram: Drugovich, Verschoor, Lawson, Armstrong, Iwasa, Vips, Boschung, Hauger, Daruvala e Nissany. Boschung foi punido, recebendo cinco segundos de punição por aquela manobra com Iwasa.

As paradas foram liberadas após a sexta volta, desta forma Daruvala e Sargeant seguiram rapidamente para os boxes. Pourchaire começou a lidar com um novo problema no carro, somando mais uma questão ao fim de semana desastroso do piloto da ART, na sequência ele abandonou a prova.

Boschung tratou de seguir para os boxes para realizar a troca de pneus e cumprir a punição. Drugovich realizou a troca de pneus na volta nove, enquanto Verschoor acelerava na pista, antes de seguir para a sua parada. Verschoor foi devolvido atrás de Drugovich, portanto as suas posições eram mantidas. A prova acabava para Liam Lawson, o piloto da Carlin estava deixando os boxes, mas a sua roda dianteira esquerda estava solta, pois o mecânico não conseguiu finalizar a troca.

Hauger liderava a prova, com Novalak na segunda posição, na décima segunda volta, apenas os cinco primeiros não tinham realizado as suas paradas obrigatórias. Drugovich que era, portanto, o sexto colocado assumiria a liderança da prova quando as paradas à sua frente fossem concluídas.

Novalak que fora alvo de ataques de Doohan, foi ultrapassado perdendo a terceira posição, enquanto aguardavam o momento certo para realizar as suas paradas. O piloto da MP Motorsport foi chamado para os boxes na volta 18, mas retornou apenas na décima quinta posição e como os pneus não estavam aquecidos, precisou lidar com pilotos que estavam em sua plena performance.

No início da vigésima volta, Drugovich tinha chegado à Sargeant, portanto ocupava a terceira posição, deixando o piloto com pneus desgastados para trás. Boschung tinha perdido total desempenho, ocupando apenas a décima sexta posição, mesmo ainda em um duelo com Williams e Vesti.

Quando Sargeant fez a sua troca de pneus na vigésima segunda volta, o piloto foi devolvido para a pista na décima segunda posição. Hauger trocou os seus pneus na sequência e quase bateu na saída do pit-lane, mas passou a ocupar a sétima posição. Como apenas Caldwell não tinha parado, foi chamado aos boxes na volta 24.

No giro 25, próximo ao encerramento da prova, os dez primeiros eram: Drugovich, Verschoor, Daruvala, Hughes, Armstrong, Hauger, Iwasa, Nossany, Doohan e Vips. Fittipaldi estava na décima primeira posição, tentando entrar no top-10 para obter ao menos um ponto.

Felipe Drugovich conquistou o segundo pódio do fim de semana, vencendo a corrida principal da Fórmula 2. Verschoor era o segundo colocado, mas recebeu a bandeira quadriculada separado por mais de 2 segundos do adversário. Daruvala obteve a terceira posição, para completar o pódio. Fittipaldi não conseguiu o pontinho que buscava. Vesti rodou ao final da corrida, depois que perdeu a traseira do carro.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados