Fórmula 1

Classificação – Lewis Hamilton quebra jejum e conquista pole-position em Abu Dhabi

Lewis Hamilton cravou a última pole-position da temporada de 2019. O hexacampeão estava a dez corridas sem largar da primeira posição, mas neste sábado (30) houve a quebra de jejum. O inglês registrou 1:34:779. Apesar de Valtteri Bottas ter se estabelecido com a segunda marca, o finlandês tem uma punição a cumprir e assim Max Verstappen vai herdar a segunda posição.

Mais uma vez a Ferrari se envolveu em polêmica, durante o Q3, Sebastian Vettel saiu a frente de Charles Leclerc, mas acabou ficando lento antes de abrir a sua última volta. O alemão conseguiu a chance de abrir o último giro, mas Leclerc passou com a bandeira quadriculada já acionada e perdeu a chance de tentar pela última vez. Mesmo assim a dupla da Ferrari ocupa a segunda fila. Logo depois apareceu Alexander Albon, com o segundo carro da Red Bull.

McLaren e Renault conseguiram avançar com os seus dois pilotos, Lando Norris foi o sétimo, acompanhado por Daniel Ricciardo, Carlos Sainz e Nico Hulkebnerg.

lll Saiba como foi a Classificação

lll Q1

 

Alexander Albon abriu a tabela de tempos anotando 1:37:699, tempo que foi rapidamente batido pelos rivais. Não demorou para Max Verstappen chegar ao 1:36:390, com Charles Leclerc logo atrás, separado por 0s090.

Lewis Hamilton rapidamente foi para a ponta com 1:36:231, enquanto Sebastian Vettel cometia um erro na reta dos boxes ao abrir a volta e assim rodava, a bandeira amarela era acionada, o alemão conseguia se recuperar e retornar para a pista sozinho.

 

Valtteri Bottas já sabia que largaria do fim do grid, por conta da troca de motor, mas isso não foi capaz de barrar o finlandês, que imprimia um bom ritmo na classificação, ocupando a terceira posição. Vettel levou um pouco mais de tempo, mas encaixou uma volta com os pneus macios, ocupando a quinta posição, atrás do companheiro Lelcerc.

Hamilton mostrava que queria garantir a pole e estabelecia o melhor tempo do final de semana até o momento, 135:851. Romain Grosjean seguia com a sua dose de azar e ao passar pelo pit-lane, quase fora acertado pela Toro Rosso de Daniil Kvyat, pois a equipe estava liberando-o em uma condição insegura.

lll Eliminados

16) Romain Grosjean 1:38:051

17) Antonio Giovinazzi 1:38:114

18) Kimi Raikkonen 1:38:383

19) George Russell 1:38:717

20) Robert Kubica 1:39:236

 

lll Q2

 

Com o início do Q2, já dava para perceber que alguns pilotos adotariam uma estratégia diferente, pensando na corrida do domingo e assim Hamilton, Albon e Verstappen utilizavam os pneus médios. Leclerc e Vettel eram vistos com os pneus macios.

Na primeira volta com o composto, Hamilton anotou 1:35:634, passando para a ponta. Mesmo com os pneus de goma mais veloz, Leclerc e Vettel não conseguiam superar o tempo estabelecido pelo inglês. Verstappen era o quarto colocado. Valtteri Bottas ao concluir a sua volta, ficava separado do companheiro de equipe por 0s040.

lll Eliminados

11)Sergio Pérez 1:1:37:055

12) Pierre Gasly 1:37:089

13) Lance Stroll 1:37:103

14) Daniil Kvyat 1:37:141

15) Kevin Magnussen 1:37:254

 

lll Q3

A batalha pela pole teve início e foi Hamilton que logo abriu o cronômetro e passou a liderança com 1:34:828, enquanto Bottas era 0s360 mais lento. Leclerc e Vettel registraram as voltas logo depois, mas estavam distantes dos pilotos da Mercedes.

Eles retornaram mais uma vez para os boxes, instalando novos compostos macios para a última tentativa de volta rápida, Hamilton pegou um pouco de trânsito, mas conseguiu se desvencilhar dos competidores e abrir a volta limpa, anotando assim 1:34:779 para manter a ponta e retornar para a primeira posição.

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo