ColunistaDestaquesFórmula 1Post

Charlie Whiting morre aos 66 anos

O diretor da Fórmula 1 da FIA, Charlie Whiting, faleceu nesta manhã (14 de março de 2019), em Melbourne, aos 66 anos, como resultado de uma embolia pulmonar, três dias antes do Grande Prêmio da Austrália, que abrirá a temporada de F1. Ele começou sua carreira na categoria em 1977, trabalhando na equipe de Hesketh, depois na década de 1980 em Brabham. Ele era parte integrante da organização do Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA desde que ingressou na Federação em 1988 e é Diretor de Provas desde 1997.

O presidente da FIA, Jean Todt, disse: “É com imensa tristeza que fiquei sabendo da morte repentina de Charlie. Conheço Charlie Whiting há muitos anos e ele tem sido um grande Diretor de Corrida, uma figura central e inimitável na Fórmula 1, que incorporou a ética e o espírito deste esporte fantástico. A Fórmula 1 perdeu um amigo fiel e um embaixador carismático em Charlie. Todos os meus pensamentos, os da FIA e toda a comunidade do automobilismo vão para sua família, amigos e todos os amantes da Fórmula 1. ”

Fonte: FIA.com/FIA-statement-charlie-whiting

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo