ColunistaDestaquesNascarPost

Bubba Wallace lidera no momento certo e vence pela primeira vez na NASCAR Cup Series

Após uma longa batalha com o tempo em Talladega, piloto da 23XI escapou das confusões e assumiu a ponta no momento da chuva

Bubba Wallace celebra a confirmação da vitória nos boxes (Chris Grayten/Getty Images)

Após um dia inteiro tendo dificuldades com a instabilidade do tempo na região do circuito de Talladega, a NASCAR Cup Series conseguiu iniciar a disputa da prova em um dos circuitos mais tradicionais da categoria, mas a chuva continuou caindo e atrapalhou os planos. Com pouco mais da metade da prova realizada, quem se deu bem foi Bubba Wallace, que assumiu a liderança no momento mais importante e pôde celebrar uma vitória histórica.

Além de conquistar seu primeiro triunfo na divisão principal da categoria, Wallace iguala o feito de Wendell Scott em 1963 (embora só reconhecido na década de 1990, após uma reparação histórica, após os dirigentes da época não o declararem vencedor sob circunstâncias preconceituosas), se tornando o segundo piloto negro a vencer na categoria principal. 

Além disso, esta foi a primeira vitória da 23XI, equipe estreante na categoria que tem como sócios o piloto da Joe Gibbs, Denny Hamlin, e o astro de basquete Michael Jordan.

Outra efeméride da prova representou o fato de que, pela primeira vez na história, as três divisões da NASCAR tiveram vencedores inéditos na mesma semana, incluindo as vitórias de Brandon Brown na Xfinity Series e de Tate Fogleman na Truck Series.

Wallace aproveitou a oportunidade da corrida em Talladega oferecer um maior equilíbrio de forças entre os pilotos e as equipes e mostrou um ritmo competitivo, principalmente no segundo estágio. E também contou com uma dose de sorte para escapar de acidentes que afetaram os pilotos dos playoffs e permanecer bem colocado na briga pela vitória.

Como foi a (parte da) corrida

Momento em que Bubba Wallace se posiciona na ponta, pouco antes da última bandeira amarela (Brian Lawdermilk/Getty Images)

A prova estava programada para o domingo, mas com a chuva que não dava trégua na região do Alabama, a etapa foi adiada para a segunda-feira, mas com o tempo ainda instável, a categoria encontrou uma faixa de horário em que não haveria pista molhada para ter a corrida.

O primeiro estágio transcorreu normalmente e foi bem equilibrado, com grandes alternâncias no pelotão. Perto do fim do segmento, Justin Allgaier rodou e atingiu o carro de Kyle Larson. 

O líder da temporada regular precisou de vários ajustes nos boxes e, na relargada seguinte, teve um pneu furado, como consequência do carro estar todo torto. O piloto da Hendrick perdeu três voltas e foi o primeiro grande candidato a sair da disputa.

Na sequência, uma garoa começou a cair entre as curvas 1 e 2, deixando a pista parcialmente úmida. A prova foi interrompida pela primeira vez, mas como a chuva parou a pista pôde ser seca, a corrida recomeçou após 18 minutos de paralisação.

O acidente que envolveu mais carros aconteceu na volta 98 das 188 programadas. Chase Elliott deu um “empurrão” em Ricky Stenhouse Jr, que também empurrou Alex Bowman e provocou a rodada do carro 48. e iniciou um acidente envolvendo nove carros, incluindo postulantes dos playoffs como Kyle Busch e Martin Truex Jr, mas apenas Bowman, abandonou, ficando em situação complicada nos playoffs.

Com o recomeço da prova, os pilotos foram se movimentando para se posicionar nas primeiras posições, pois em uma situação de chuva, a corrida poderia ser encerrada antes da hora e quem estivesse na liderança poderia sair com a vitória.

Neste momento, Bubba Wallace conseguiu se posicionar na frente do pelotão e ponteava o grupo seguido pelos pilotos da Penske de Brad Keselowski e Joey Logano.

Na volta 115, o momento que definiu a corrida. Ryan Preece foi tocado e rodou acertando o muro. Na volta, o carro de preece atingiu William Byron e Matt DiBenedetto, que também bateram. Para o piloto da Hendrick, o prejuízo foi maior, pois a má colocação o deixa quase eliminado, assim como seu companheiro Bowman ambos terão que buscar a vitória na corrida seguinte para ficar vivo na briga pelo campeonato.

Pouco depois do acidente, a chuva voltou a cair em Talladega, só que mais forte. A direção da categoria esperou por cerca de uma hora e chegou a colocar os Air Titans para secarem o asfalto, mas a instabilidade do tempo e a queda de luz natural foram fatores determinantes para a NASCAR encerrar a contenda naquele momento, definindo a vitória de Wallace.

A próxima corrida da NASCAR Cup Series será no próximo domingo, no circuito misto do Charlotte Motor Speedway, também conhecido como Roval. Nesta prova, serão definidos os oito semifinalistas da divisão principal que continuarão sonhando com o título.

Classificação da etapa de Talladega:

1 – Bubba Wallace (23XI/Toyota)
2 – Brad Keselowski (Penske/Ford)
3 – Joey Logano (Penske/Ford)
4 – Kurt Busch (Chip Ganassi/Chevrolet)
5 – Christopher Bell (Joe Gibbs/Toyota)
6 – Chris Buescher (Roush-Fenway/Ford)
7 – Denny Hamlin (Joe Gibbs/Toyota)
8 – Kevin Harvick (Stewart-Haas/Ford)
9 – Erik Jones (Richard Petty/Chevrolet)
10 – Anthony Alfredo (Front Row/Ford)

12 – Martin Truex Jr (Joe Gibbs/Toyota)
15 – Ryan Blaney (Penske/Ford)
18 – Chase Elliott (Hendrick/Chevrolet)
27 – Kyle Busch (Joe Gibbs/Toyota)
36 – William Byron (Hendrick/Chevrolet)
37 – Kyle Larson (Hendrick/Chevrolet)
38 – Alex Bowman (Hendrick/Chevrolet)

Round of 12 (após 2 de 3 etapas):
Denny Hamlin – 1 vitória (classificado)
Kyle Larson +22
Joey Logano +21
Brad Keselowski +20
Martin Truex Jr +20
Ryan Blaney +15
Chase Elliott +9
Kyle Busch +9

Kevin Harvick -9
Christopher Bell -28
William Byron -44
Alex Bowman -52

Mostrar mais

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados