ColunistaFórmula 1Post

Alpine quebra os padrões na Arábia Saudita e promove ação com Aseel Al Hamad e Abbi Pulling

As duas pilotas se toram as primeiras mulheres a guiar um carro de Fórmula 1 na Arábia Saudita, em ação que busca promover a diversidade no automobilismo

A Alpine realizou uma ação ao redor da capital da Arábia Saudita no último domingo (20), em Riad, onde Abbi Pulling e Aseel Al Hamad guiaram o Lotus E20. O espaço das mulheres no automobilismo ainda está sendo conquistado, várias ações e conscientizações se fazem necessárias, principalmente quando ainda se tem muito preconceito.

O time francês repaginou a pintura do Lotus E20 para as cores azul e rosa que a Alpine utiliza nesta temporada. A pilota saudita Aseel Al Hamad e pilota que faz parte da Academia da Alpine e W Series, Abbi Pulling, se revezaram para guiar o carro que já foi de Kimi Raikkonen na Fórmula 1.

Está é a primeira vez na Arábia Saudita que duas mulheres assumiram o volante de um carro de F1. Aseel Al Hamad representa a Arábia Saudita na Comissão das Mulheres no Automobilismo da FIA e é membro do conselho da Federação Saudita de Automobilismo e Motociclismo. Ela está liderando o desenvolvimento de estratégias políticas para promover a educação e treinamento de mulheres no automobilismo na Arábia Saudita.

Aseel criou um relacionamento com a Alpine, quando time ainda era visto nas pistas como Renault, em 2018 durante o GP da França, ela foi convidada a guiar o Lotus E20 no mesmo dia em que as mulheres conquistaram o direito de dirigir na Arábia Saudita.

“Foi lindo pilotar com a Alpine mais uma vez, e ainda mais especial fazer isso no meu país, a Arábia Saudita, e na minha cidade natal, Riad. Espero que isso inspire mais gerações a se apaixonarem pela Fórmula 1 e que mais mulheres considerem o automobilismo como uma carreira futura. Fiquei super feliz em conhecer Abbi, uma garota adorável com muita ambição e uma paixão incrível pelas corridas. Ela mostra que, com bastante motivação, as meninas podem se tornar pilotos profissionais. É importante que mostremos exemplos para demonstrar à geração mais jovem que podem ser elas no futuro; não importa o seu sexo; você precisa mostrar seu talento. Estarei torcendo por elas e abrindo as portas e espero vê-las nos pódios em um futuro próximo”, disse Aseel.

A W Series e o programa FIA Girls on Track tem como objetivo auxiliar as mulheres a conquistarem mais espaço no automobilismo, incentivar e promover a diversidade no automobilismo. Mas ainda vemos a necessidade de mais apoio, pois ainda é difícil para as mulheres competirem nos campeonatos de base, pois também falta o suporte financeiro.

A ação promovida pela Alpine contou com apoio da Autoridade Saudita de Turismo e aproveita para salientar que estão dando apoio as mulheres no automobilismo dentro da Arábia Saudita, onde está sendo permitido sonhar com esse futuro. As pilotas guiaram o E20 por pontos turísticos da região de Riad, como Diriyah, que é um patrimônio tombado pela Unesco, a casa da família real e pelo Distrito Financeiro do Rei Abdullah.

Abbi Pulling aos dezenove anos teve a oportunidade de guiar um carro da Fórmula 1 pela primeira vez em um evento de demonstração. A pilota é  apoiada pela Alpine e disputará a W Series em 2022.

LEIA MAIS: Vettel realiza evento exclusivo de kart para mulheres na Arábia Saudita
Abbi Pulling faz parte da Academia de Pilotos da Alpine e vai disputar a W Series em 2022 – Foto: reprodução

“Tive minha primeira experiência com um carro de F1 no fim de semana passado e foi tudo o que eu esperava e muito mais. Comecei a correr quando tinha apenas oito anos, sempre com o objetivo de chegar à Fórmula 1, e estou muito feliz por ter chegado um pouco mais perto. É muito importante encorajar e apoiar jovens pilotas a alcançarem suas ambições. Programas como o da Academia Alpine, juntamente com corridas de demonstração com mulheres, mostram que você tem a oportunidade e a apoio para fazer isso. Foi um prazer conhecer Aseel e ouvir sobre todas as suas iniciativas de apoio as jovens pilotas. É super encorajador para mim e para a próxima geração”, disse Abbie.

“Ter duas mulheres guiando um carro de F1 pela capital da Arábia Saudita, passando por monumentos históricos preciosos e entrando no coração da cidade, mostra que qualquer pessoa com força suficiente pode seguir seus sonhos no automobilismo. Aseel mostra que mulheres de todas as origens são bem-vindas, enquanto Abbi demonstra que o automobilismo é uma carreira para as mulheres. Esperamos que esta ação inspire as meninas da geração mais jovem de que tudo é possível”, disse Laurent Rossi.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados